Abra sua conta grátis Carregando

SEO: o que é e porque você precisa saber

Publicado em 26 de novembro de 2014 (atualizado em 30 de outubro de 2019)
Uma mão clicando num ícone de pesquisa online

A busca orgânica e o SEO

O que a palavra orgânico significa para você? Provavelmente o faz lembrar de alimentos sem agrotóxicos ou coisa do tipo, não é mesmo? Porém, no mundo das buscas, o termo tem um significado muito específico. Você certamente já fez alguma busca no Google, certo? Pois quando você promove essa procura, podem ter como resultado até dois tipos de exibição: a primeira, que nem sempre aparece, corresponde aos anúncios pagos, que têm um certo destaque e talvez venham acompanhados de um botãozinho laranja; já a segunda, que está sempre lá, representa os links recomendados pelo Google de acordo com as palavras-chave procuradas, correspondendo àquilo que o buscador considera relevante. Esses são os resultados orgânicos, o grande objetivo do SEO.

O SEO e os anúncios no Google

A diferença entre um e outro pode ser entendida com um paralelo entre publicidade e jornalismo. Sua empresa pode aparecer com facilidade na TV e nos jornais, se puder e quiser pagar caro pelos anúncios, que, na verdade, têm menos credibilidade, já que o espectador — ou leitor — sabe que são propaganda.

Ao contrário, pode ser que jornalistas procurem espontaneamente sua empresa e relatem as experiências, os processos e produtos em reportagens, sem cobrar nada por isso. Essa mídia espontânea é a que verdadeiramente ajuda a construir uma boa reputação para sua marca.

Com o SEO acontece a mesma coisa: anúncios pagos são sempre anúncios, mas se o Google lista seu site espontaneamente entre os primeiros resultados, o consumidor é levado a crer que aquele conteúdo é realmente relevante. Sem gastos e com com resultados!

Os fundamentos do SEO

O Google aperfeiçoa constantemente seu algoritmo, ou seja, o procedimento do seu motor de busca. Por isso, uma estratégia de SEO usada anos atrás pode não ser a melhor para os sites dos dias de hoje. Ainda assim, alguns fundamentos do SEO sempre vão permanecer, com uma maior ou menor relevância, claro. Vamos conhecer alguns dos principais?

Qualidade

As palavras usadas no texto são realmente aquelas que vão ser digitadas no Google na hora da procura pela informação? Ou seja: o conteúdo tem qualidade?

Anúncio

A página serve só para atrair cliques para anúncios que não têm a ver com o motivo pelo qual as pessoas aparecem por ali?

Estrutura

As páginas do site têm bons títulos, que contenham as palavras-chave? O conteúdo está organizado, com intertítulos relevantes e tags de HTML?

Novidade

O site é devidamente atualizado e tem páginas sobre assuntos quentes e novidades?

Reputação

Outros sites fazem links para a página da sua empresa? Os links vêm de sites respeitados? Muita gente compartilha seu conteúdo?

A médio e longo prazos, a melhor estratégia de SEO é produzir conteúdo relevante. Ele precisa pensar e identificar as palavras mais buscadas na internet e apresentar soluções para seus problemas. Truques e atalhos acabam sendo ultrapassados cada vez que o algoritmo do Google muda, portanto, mantenha seu site atualizado, com textos bem embasados e relevantes, e confira como logo seu site vai escalar vários degraus na busca orgânica do Google.

Agora faça um pequeno e autoexplicativo teste: digite o nome da área de atuação da sua empresa no Google — comércio de laranjas, por exemplo. Seu site aparece entre os primeiros resultados? Se não, você precisa melhor seu SEO. Comente nas nossas redes sociais e compartilhe conosco suas descobertas Facebook, Twitter, Instagram e Linkendin!

Categoria

E-commerce

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.