Blog da Gerencianet

Pagamentos on-line, empreendedorismo e e-commerce

Você sabe por que as empresas quebram? Entenda os principais motivos

Larissa Venâncio

31/01/2019

Por que as empresas quebram

No ramo empresarial, não basta apenas saber quais decisões devem ser tomadas. É de suma importância conhecer quais resoluções devem ser evitadas, bem como o motivo de não adotá-las. Entender bem porque as empresas quebram é parte essencial do conhecimento que você precisa adquirir para manter seu negócio firme no mercado.

Neste artigo, você vai saber quais são os motivos recorrentes que levam as empresas à falência. Vai conhecer também os principais erros cometidos e dicas sobre o que você deve fazer para não falir. Acompanhe!

Por que as empresas quebram precocemente?

Segundo o IBGE, 60% das empresas fecham as portas após cinco anos de atividade. Em um cenário de recessão econômica e no contexto tributário e burocrático do Brasil, não é simples manter um negócio.

Além disso, é possível observar alguns sintomas comuns em empreendimentos que encerram suas atividades de forma precoce. Saiba mais sobre eles a seguir.

Falta de capital de giro

Esse tópico está diretamente ligado à má gestão financeira. O capital de giro é o que dá suporte à operação da empresa e, quando está em falta, pode ocasionar o fechamento das portas do negócio, independentemente do seu porte.

Carga tributária

Aqui reside um grande problema, pois, além da alta carga tributária que fica sob responsabilidade dos empreendedores brasileiros, também há a questão da complexidade do sistema (que define a forma de pagamento desses tributos) e a pesada cobrança em caso de não pagamento. Por isso, é importante contar com a ajuda de um profissional que entenda do assunto, principalmente no momento de abertura da empresa, para a definição do melhor regime a ser adotado.

Guia Completo de Impostos e Regime Tributário

Falta de clientes

Claro que a falta de clientes é uma preocupação básica de qualquer empreendedor. Mas esse item entra aqui por ser uma das razões que estão levando as empresas a quebrarem, por não conseguirem manter um quadro saudável de clientes.

Concorrência

Dado o nosso mercado e suas burocracias, o brasileiro é notadamente um consumidor com um baixo poder de compra. Junto a isso, temos as grandes redes abrindo cada vez mais unidades e contando com pesados investimentos do BNDES.

Essa é a receita para fazer com que o desafio de concorrer com outras empresas no Brasil seja uma tarefa árdua.

Baixos lucros

Entre as razões mais comuns que geram lucros baixos, podemos destacar os erros de análise sobre o mercado, as decisões equivocadas, o direcionamento para o público-alvo errado e a falta de publicidade.

Quais são os principais erros que levam à falência das empresas?

Agora que entendemos melhor porque as empresas quebram, vamos entender as más escolhas que levam a isso.

Má gestão financeira

Você perde o controle das contas e, quando percebe, já está em dívida com terceiros, fornecedores e funcionários. Uma boa gestão financeira não serve apenas para manter as contas em dia. É um alicerce essencial de qualquer negócio. Afinal, é por meio de uma gestão de qualidade que uma empresa consegue realizar seus investimentos e crescer.

Como Otimizar sua Gestão Financeira com a Gerencianet

Falta de planejamento

Antes mesmo de começar a juntar o dinheiro para abrir um empreendimento, é necessário ter um plano de negócios. Esse projeto é o mapa de instruções que a empresa seguirá durante seu percurso no mercado. É necessário revisá-lo constantemente e verificar se ele está sendo seguido.

Isto é, a falta de metas bem definidas a curto e a longo prazo, a falta de orientação e de controle e a busca pela maximização da eficiência são erros comuns que levam negócios à falência.

Empréstimos

É recorrente a situação onde o empreendedor, na esperança de fazer as contas voltarem para o azul, contrai empréstimos sem o ter o devido planejamento e a certeza de que poderá pagá-los. No final, as taxas e os juros dos bancos se tornam os maiores vilões dessa história.

Decisões precipitadas

Você conhece a expressão “tomada de decisões”, certo? Essas palavras são tão importantes no meio empresarial, porque uma decisão a ser tomada é quase como uma jogada de xadrez. Deve ser pensada, estudada e muito bem planejada. Mesmo negócios bem estabelecidos podem sofrer e fechar as portas devido às deliberações definidas impulsivamente ou elaboradas inadequadamente.

O que fazer para não falir uma empresa?

Por que as empresas quebram - o que fazer

Afinal, o que deve ser feito para que uma empresa não vá à falência? Como evitar os erros citados acima e não se tornar apenas mais uma estatística infeliz da quebra de empresas brasileiras? Veja, a seguir, algumas dicas.

Estude e se atualize

O mercado é dinâmico, está sempre em constante mudança. Algo assim só pode ser dominado e compreendido com o estudo constante.

Da mesma forma, é um erro pensar que já se sabe o suficiente sobre empreender. Atualize-se constantemente em sites confiáveis de notícias e tendências de mercado e fique a par das tecnologias mais recentes.

Observe o mercado

Antes de lançar qualquer produto ou serviço, observe tudo o que você precisa para ter certeza de que está tomando a decisão certa.

Decida o melhor canal para fazer o marketing para o seu cliente. Estude a concorrência, veja a situação econômica da sua região e, por último, mas não menos importante, sempre faça cotações com vários fornecedores.

Tenha um bom controle financeiro

Talvez esse seja um dos tópicos mais importantes deste post. Recuperar-se de um momento de instabilidade tendo um bom planejamento financeiro é uma tarefa difícil, mas sair de uma crise que provém de uma má gestão financeira é algo praticamente impossível.

Manual Financeiro para Empreendedores

Registrar todas as transações é uma encargo essencial, bem como saber a ocasião certa para reduzir despesas e cortar gastos. Manter a saúde do caixa da empresa é, sem dúvida, um ponto chave para não fechar as portas.

Conte com ajuda profissional

Sim, ter a ajuda de um contador é primordial, principalmente se você não tem conhecimento na área para gerir as finanças sozinho.

Por mais que à primeira vista pareça um gasto desnecessário, a ajuda que um profissional de contabilidade proporciona faz com que você evite correr riscos desnecessários.

Contudo, não é necessário contratar seu próprio contador. Esse serviço pode ser terceirizado.

Como você pôde perceber, existem erros muito comuns que todo empreendedor pode cometer e, sem perceber, pode levar sua empresa à falência. Após todas essas informações, você certamente está mais consciente sobre quais atitudes tomar agora para manter o bom funcionamento do seu negócio.

Agora que você já sabe porque empresas quebram e como evitar que isso aconteça, que tal assinar nossa newsletter para receber, diretamente no seu e-mail, mais conteúdos de qualidade para impulsionar a sua empresa?

Categoria

Cases de Sucesso

Ver todos os posts desta categoria

Os melhores conteúdos sobre tecnologia de pagamentos e gestão na sua caixa de entrada.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente:

Carregando...