Glossário de finanças: Despesas Fixas, Endividamento, Investimento e mais | Gerencianet

Blog da Gerencianet

Pagamentos on-line, empreendedorismo e e-commerce

Glossário de finanças: Despesas Fixas, Endividamento, Investimento e mais

Editor Gerencianet

21/02/2019

Glossário de finanças

Alguns termos financeiros povoam nossas vidas e sequer sabemos do que se tratam. Pensando nisso, criamos o glossário de finanças, a fim de que você, empreendedor, conheça os principais termos financeiros, saiba para que servem e conheça a sua importância – aumentando assim a sua capacidade de decisão estratégica para o seu negócio. Anotando tudo?

Despesas fixas

Em contabilidade, existem as despesas fixas e as despesas variáveis. As despesas fixas referem-se aos gastos que o seu empreendimento possui, independentemente das suas vendas. Ou seja, são aquelas contas que você tem todos os meses para manter seu negócio em andamento, mesmo que não esteja comercializando nada. São exemplos de despesas fixas as contas de luz, água, salários de empregados, aluguéis, financiamentos e tributos, entre outros.

Endividamento

Essa palavra assusta a maioria dos empreendedores, mas ela pode ser tanto boa quanto ruim. O endividamento é um índice calculado para verificar quanto de dinheiro de terceiros a sua empresa está utilizando para se manter em operação.

O endividamento é bom quando você pega um empréstimo para crescimento ou expansão dos negócios, por exemplo. É uma dívida controlada, que será paga com o aumento da produção e das vendas. Em contrapartida, se a sua empresa está pegando capital de outras fontes de recursos – como bancos e investidores – porque não está conseguindo pagar as contas com o lucro auferido com as vendas, é preciso se preocupar e traçar uma estratégia para reverter esse quadro.

Guia Completo de Impostos e Regime Tributário

Investimento

Se sua empresa precisa de uma mudança de tecnologia, aumento das vendas ou mesmo uma expansão da atividade para outras localidades, é necessário um investimento para que as coisas aconteçam. Ele é a injeção de capital na empresa com perspectivas de recebimentos futuros; você investe hoje para ganhar mais no futuro.

O investimento pode vir de diversas fontes de recurso, como dos proprietários da empresa ou de investidores que acreditam na empresa e querem vê-la crescer. Em geral, os investimentos são feitos para recebimentos a médio e longo prazo; por isso, não fique afoito para ter o retorno em pouco tempo. Paciência é fundamental para colher frutos mais maduros.

Parcelamentos

O parcelamento de débitos é uma forma de honrar com as dívidas que a empresa tem, de maneira que ela não sofra financeiramente para pagá-los. É possível financiar débitos de INSS e FGTS, entre outros.

Regularizando sua situação de devedor com o parcelamento de débitos, você pode retomar o crescimento da sua empresa sem medo de ser flagrado sonegando impostos ou descumprindo alguma legislação vigente. Além disso, você volta a ter crédito no mercado para tomar empréstimos e reverter qualquer situação desconfortável pela qual o seu empreendimento possa passar.

É de extrema importância que todo empreendedor conheça bem estes conceitos e saiba como e onde aplicá-los, a fim de ter um acompanhamento eficaz das finanças do seu negócio. Por mais que você conte com um profissional de contabilidade para cuidar destes assuntos, se não conhece o funcionamento das finanças do seu negócio não pode cobrar por resultados melhores, não é mesmo? Ah, e caso você tenha curiosidade em conhecer melhor outro termo, fale para a gente que abordaremos nos próximos textos!

eBook grat

Categoria

Gestão Financeira

Ver todos os posts desta categoria

Os melhores conteúdos sobre tecnologia de pagamentos e gestão na sua caixa de entrada.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente:

Carregando...