Abrir conta digital grátis Carregando

Aplicativos para empresas: por que investir?

Publicado em 03 de setembro de 2020 (atualizado em 25 de setembro de 2020)
Aplicativos para empresas: por que investir? - Gerencianet e Usemobile

Existe um fato que não requer dados para ser comprovado: a tecnologia móvel mudou a forma como nos alimentamos, nos deslocamos; como utilizamos serviços bancários e de pagamento, entre outras possibilidades que os apps nos oferecem. Mas, para além das tarefas triviais, os aplicativos podem ser grandes aliados das empresas. 

Existem diversos aplicativos direcionados para pessoas físicas e jurídicas. Aqui, nós iremos focar nos apps empresariais. Curiosamente, um influencia diretamente a outro. Afinal, as aplicações existem para solucionar problemas de pessoas reais, o que pode agregar muito às empresas. Vamos entender como?

Proximidade com os clientes

Mais da metade da população latino-americana possui acesso aos smartphones, totalizando 67%, segundo o relatório da GSMA. Isso quer dizer que, para uma empresa, ter um aplicativo é uma forma de colocar o negócio mais próximo de seus clientes, uma vez que eles estão conectados ao celular. Em outras palavras, a sua marca deve estar presente nos mesmos espaços que seus clientes estão!

Ter um aplicativo para empresas, entretanto, não se trata apenas disso. Afinal, ser presente sem ofertar um valor em utilizá-lo, ou sem saber como alcançar o público, não adiantará de nada. Essa situação pode levá-lo para o caminho oposto à criação de experiências positivas e personalizadas – assunto que vamos abordar abaixo.

Saber se aproximar do público certo também é um diferencial e merece destaque, já que, ao contrário das redes sociais, usuários de aplicativos são pessoas que efetivamente têm interesse em conhecer a sua solução. Afinal, elas usaram o precioso tempo para irem até a loja de aplicativos, instala-lo e experimentá-lo. Logo, os apps têm o poder de segmentar o público, aproximando você dos usuários certos!

Experiência do usuário

Ainda que a sigla UX seja comumente aplicada ao design, a experiência do usuário pode aparecer de infinitas formas – desde que a criatividade esteja em alta. Criar excelentes experiências é um dos principais cuidados das empresas quando se trata de transformação digital. Afinal, experiências positivas aumentam a proximidade entre os atuais e potenciais clientes e a sua empresa.

Esse estreitamento de laços pode ocorrer de diversas formas, seja por um aplicativo para empresas se relacionarem diretamente com o cliente, como em um e-commerce ou, então, em estratégias de marketing voltada para experiências.

O app do Burger King é um excelente exemplo de Marketing de Experiência. Por ele, o público ganhava hambúrgueres a partir de interações. A melhor parte disso tudo fica por conta do branding, uma vez que as interações utilizavam a realidade aumentada para descredibilizar o Mc Donald’s: 

Essa ação rendeu um aumento de 54,6% das vendas do Burger King, que teve o app mais baixado da App Store. Esse, além de um longo estudo de caso, é um ótimo exemplo de como um aplicativo desenvolvido para empresas pode impulsioná-las. Além disso, a nova lógica de relacionamento com o cliente é fazer com que ele se sinta importante e valorizado pela sua empresa, o que requer iniciativas para aumentar o engajamento.

Nesse cenário, o aplicativo do Burger King é apenas um exemplo, entre muitos outros, de como se diferenciar da concorrência e criar boas experiências aos consumidores, usando as tecnologias da transformação digital.

Aumento das vendas

O caso “Burn that Ad” do Burger King já é o suficiente para evidenciar que um aplicativo pode, sim, aumentar as vendas de uma empresa. Somado ao volume de pessoas com smartphones e à relação de proximidade entre elas e os aplicativos, é visível que o superávit pode aparecer.

Dos brasileiros que possuem smartphone, 85% deles utilizam o celular para realizar compras online, conforme a pesquisa da Panorama Mobile Time. O m-commerce, comércio online via mobiles, já saiu da fase de desconfiança para se tornar essencial na vida das pessoas. Afinal, em 2019, já havia uma maior adesão: 77% dos usuários já faziam mais compras online que antes, segundo a mesma pesquisa.

No contexto da pandemia da Covid-19, os serviços de entrega e comércio online ganharam ainda mais força e abrem um leque de oportunidades. O Mercado Livre, por exemplo, se tornou a empresa mais valiosa da América Latina, superando a Vale. 

As vendas também podem ocorrer de forma indireta, como no caso do aplicativo fitness da Nike, que instiga a aquisição de novos pares de tênis esportivos. Se os usuários estão motivados e engajados com a saúde e o projeto fitness, é bem provável que eles precisem de acessórios

Automaticamente, a Nike terá um destaque e será acionada na memória dos usuários. Uma boa sacada de marketing, não?

Gestão e usos corporativos

Os aplicativos para empresas beneficiam a relação B2C, assim como aprimoram as dinâmicas internas de um negócio. Fluxo de caixa, organização de estoque, gerenciamento de funcionários e arquivamento de documentos oficiais são exemplos de tarefas da rotina de gestão empresarial feitas a partir de aplicativos.

Todas as informações sobre a sua empresa podem estar a poucos cliques, no seu celular. O uso de smartphones já faz parte das tendências de trabalho, divulgadas pela Brasscom (Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação).

Os aplicativos vêm para solucionar problemas de pessoas reais, lembra? Ou seja, seus colaboradores também podem se beneficiar de aplicativos para empresas. A utilização dessas aplicações giram em torno de pontos essenciais, como: otimização, agilidade e eficiência.

Vamos ao exemplo: as lojas físicas podem ter um app, sob controle dos colaboradores, para checagem de estoque. O tempo de verificação do número de um par de sapatos, por exemplo, pode ser mínimo. Nesse caso, um aplicativo pode resolver isso em poucos segundos. Essa dinâmica tem tudo a ver com a criação de experiências, tanto para clientes quanto para os colaboradores, pessoas que também merecem muita atenção!

Os aplicativos para empresas podem servir para outros propósitos também, como no caso do Seu Post da Seculus e Mondaine, que auxiliou os vendedores na criação de peças gráficas para anúncios e demais usos.

Personalização

A melhor característica dos aplicativos é a personalização. Pode, sim, já existir uma solução no mercado idêntica à que você gostaria de ter para sua empresa, mas também pode não existir nada parecido. Este último caso não deve ser motivo para fugir de ter um aplicativo para empresas, pois uma solução mobile pode ser desenvolvida do zero e do jeito que você quiser!

Se a personalização te interessou, leia o artigo sobre os 13 passos para criar um aplicativo e, assim, desfrute de todos os benefícios de ter um aplicativo para empresas.

Este artigo foi produzido pela Usemobile.

Categoria

Gerencianet

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.