Abrir conta digital grátis Carregando

Benefícios do pagamento instantâneo Pix: o que esperar da nova modalidade de pagamento?

Publicado em 23 de junho de 2020 (atualizado em 10 de novembro de 2020)
Na imagem: dois celulares sobre a mesa, um deles mostra o QR Code, enquanto o segundo faz a leitura do código para realizar o pagamento instantâneo PIX

Em poucos meses, estaremos diante de um marco no mercado de pagamentos do Brasil. O chamado pagamento instantâneo – Pix, nome dado pelo Banco Central, promete revolucionar a forma como lidamos com as transações financeiras. A expectativa é grande, especialmente diante das mudanças que estão por vir.

Em linhas gerais, o Pix irá facilitar transações financeiras, em operações que duram, no máximo, 10 segundos. O cronograma de lançamento está mantido para o próximo mês de novembro, já que não sofreu alteração diante da pandemia do coronavírus.

Nesse contexto, esse tipo de alternativa se mostra ainda mais interessante, uma vez que a disseminação de vírus muda a relação das pessoas com o dinheiro físico. Por isso, o pagamento instantâneo Pix é uma maneira de realizar pagamentos sem contato, por meio de transferências:

  • entre pessoas físicas;
  • entre empresas;
  • de pessoas físicas para empresas;
  • ou até mesmo para órgãos públicos.

Então, conheça mais sobre o pagamento instantâneo – Pix, o que esperar dessa nova modalidade de pagamento e quais os benefícios que esse novo sistema promete trazer. Continue a leitura para descobrir!

O que é o Pix?

Diferentemente do que temos hoje com TEDs (Transferências Eletrônicas Disponíveis) e DOCs (Documentos de Ordem de Crédito), por exemplo, o pagamento instantâneo Pix permitirá transações em tempo real. Segundo o BC, o serviço estará disponível 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano.

Atualmente, o serviço 24 horas de transferência entre contas de uma mesma instituição financeira já ocorre com total segurança e comodidade, como é o caso da Gerencianet. A diferença é que, com o Pix, essas transferências rápidas e práticas também irão ocorrer entre instituições diferentes.

Mas por que a escolha do nome Pix? Por mais que, a princípio, pareça se tratar de uma sigla, a explicação para a escolha é o fato de nome remeter a conceitos como pixels, tecnologia e transações.

As transferências irão ocorrer diretamente da conta de quem paga para a conta de quem recebe, sem a necessidade de intermediários. Essa solução reduz os custos de transação.

Ainda segundo o BC, será cobrado o valor de R$ 0,01 pela liquidação de cada 10 pagamentos instantâneos na plataforma. O valor será pago ao BC pela instituição que receber a ordem de pagamento. A princípio, caberá às instituições financeiras decidirem se irão cobrar esse serviço de seus clientes. Porém, a expectativa do BC é que ele seja gratuito devido à competição do mercado.

O que esperar dessa nova modalidade de pagamento?

De antemão, já dá para esperar que o Pix tornará transferências rápidas, pagamentos instantâneos e transações por QR Code mais comuns no Brasil.

Em resumo, o BC espera que o pagamento instantâneo Pix seja de uso tão fácil quanto fazer pagamentos com dinheiro em espécie. É claro que é importante dizer que isso não será do dia pra noite. Como qualquer novidade, é preciso aguardar com que as próprias instituições adequem seus sistemas e os clientes assimilem a novidade. Por isso, os métodos de pagamento e transferência atuais continuarão em uso por um bom tempo.

5 benefícios do pagamento instantâneo Pix para os usuários

Na imagem: ícones que representam os 5 benefícios do pagamento instantâneo PIX listados abaixo.

1. Maior poder de escolha ao pagador

O primeiro e talvez mais importante benefício desta nova modalidade é dar ao usuário um maior poder de escolha na hora de realizar transações.

Assim, ao fazer compras simples ou grandes, o cliente terá uma opção a mais para pagar e até negociar descontos à vista.

2. Rapidez e praticidade nas transações

A praticidade no uso é outra das vantagens do Pix. Com ele, a realização de pagamentos será tão simples e rápida como enviar uma mensagem em aplicativo. Além disso, pagamentos básicos da rotina, que precisam de agilidade, também poderão ser feitos por esse sistema. Quer um exemplo? 
Viagens de transporte público, como ônibus e trens, poderão ser rapidamente debitadas com o pagamento instantâneo Pix. 

Como o celular é o único recurso necessário para a realização desses pagamentos, isso ainda ocupará menos espaço físico e concentrará tudo em um único mecanismo.

3. Melhora no fluxo de dados

Espera-se, ainda, que a diminuição no número de intermediários na cadeia de pagamentos otimize a gestão do fluxo de caixa dos usuários recebedores, o que tenderá a reduzir sua necessidade de crédito. 

Nesse sentido, outra questão importante é a facilidade de automatização e de conciliação dos pagamentos. Logo, as informações agregadas à ordem de pagamento permitirão o desenvolvimento de soluções tecnológicas e novos modelos de negócio.

4. Segurança garantida

Por meio de um manual, o BC estabeleceu alguns requisitos fundamentais de segurança para operacionalizar o sistema. A saber:

  • assinatura digital nas mensagens. Dessa forma, o receptor deve validar a assinatura digital de cada mensagem para garantir sua autoria e integridade;
  • certificados digitais nos processos de criptografia e autenticação. As instituições financeiras devem adotar certificados ICP-Brasil que suportem a utilização para autenticação e criptografia;
  • HSM(hardware)para gerenciamento de certificados digitais. A recomendação é que as instituições financeiras utilizem dispositivos de criptografia baseados em HSMs para armazenamento das chaves privadas dos certificados. 

5. Integração com outros serviços

Por fim, o sistema de pagamento instantâneo Pix poderá ter integração com outros serviços do celular, como a agenda de contatos ou aplicativos de finanças. Assim, o usuário terá o controle financeiro de forma prática e automática.

Próximas etapas no processo

Desde o dia 1º de junho, o BC deu início à etapa de homologação do Pix. Ela compreende a realização de testes obrigatórios por parte das instituições financeiras e de pagamentos, com o intuito de garantir o pleno funcionamento do serviço.

Desse modo, estão sendo realizados testes nas plataformas operacionais (SPI e DICT) e também verificadas experiências do consumidor final. Ou seja, nesse momento está sendo verificado se o aplicativo das instituições, como o app da Gerencianet, está adequado para a realização das transações. O BC reforçou que essa verificação é crucial para identificar se as interfaces atendem os requisitos definidos, especialmente àqueles ligados à segurança do usuário.

Além disso, testes como o registro de chaves estão sendo feitos com a utilização de dados fictícios de clientes. 

As instituições que não concluírem essa etapa até o dia 16 de outubro, conforme cronograma definido pelo Banco Central, não estarão aptas a participar do Pix no momento do lançamento, em novembro. 

O desafio de criar uma nova cultura de pagamentos

Ainda temos alguns meses até que o Pix comece a, de fato, estar presente na rotina dos brasileiros. Para aproveitarmos todo o potencial desse sistema de pagamentos, é preciso contribuir para uma transformação cultural bastante necessária no Brasil. 

Por isso, a Gerencianet já possui o recurso pagamento instantâneo, que é uma iniciativa frente ao que será lançado em novembro pelo Bacen. Por meio dele, é possível  realizar transferências entre contas Gerencianet em segundos, via QR Code.

A funcionalidade está disponível no aplicativo da Gerencianet, para todos os usuários. Para usá-lo, basta acessar sua conta digital e optar por “Receber” ou “Pagar” na aba Pagamento Instantâneo, presente no menu do app. 

Gostou da ideia e quer fazer parte do lançamento Pix? Entre em contato com a gente!

Por fim, descubra todas as mudanças internas que já foram feitas pela Gerencianet para atender a todas as especificações do BC. Até a próxima!

Categoria

Pix

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. OK