Quais as vantagens de um intermediador de pagamentos? A gente explica! | Gerencianet

Blog da Gerencianet

Pagamentos on-line, empreendedorismo e e-commerce

Quais as vantagens de um intermediador de pagamentos? A gente explica!

Editor Gerencianet

19/10/2018

Garantir a segurança de transações online ou mesmo tornar os pagamentos mais fáceis de se realizar: um intermediador de pagamentos tem muitas funções para a empresa ou instituição que o adota.

Por ser uma plataforma que integra a organização das instituições e torna possível realizar vendas e serviços por meio de cartão de crédito, além de boletos, o seu uso tem sido cada vez mais difundido.

Além da maior segurança e facilidade citadas, o intermediador traz uma série de vantagens, como mostraremos a seguir. Antes, porém, explicaremos sobre as especificidades de seu funcionamento. Confira!

Como funciona o intermediador de pagamentos?

Basicamente, o intermediador de pagamentos é o responsável por processar pedidos, fazer análises de crédito e aprovar ou reprovar as transações. Ele é a interface entre a empresa que o contrata e as instituições financeiras.

No caso, o intermediador coletará os dados inseridos pelo cliente, fará a análise deles e, ao fim, repassará aos bancos. No caso do boleto, o intermediador faz o envio do documento de cobrança com todas as informações necessárias para o pagamento, como juros e multas em caso de atraso. A ideia é garantir o máximo de segurança na operação, evitando os riscos na transação.

No caso de serviços, o valor da venda é garantido pelo intermediador, independentemente de fatores que podem ocorrer posteriormente, como uma fraude no pagamento. É por esse motivo que a opção pelo intermediador é uma forma séria de lidar com transações financeiras.

Quais os benefícios de se adotar o intermediador?

Como mostramos, o intermediador pode agregar inúmeros benefícios para as instituições que o adotam. A seguir, mostraremos algumas dessas principais vantagens.

Maior garantia de segurança

Quando nos referimos à segurança, estamos falando não só para a instituição que adota o intermediador no recebimento de pagamentos, mas também para os clientes. Ou seja, a empresa contratante não armazena dados bancários dos clientes, impedindo a ação de hackers.

Ao adotar o intermediador, a responsabilidade sobre o uso de informações é dele, que tem sistemas robustos e investe muito dinheiro em segurança de dados. Ou seja, a sua empresa não precisará se preocupar com o vazamento de dados e de questões relativas ao seu armazenamento.

Mais praticidade e agilidade

A praticidade e a agilidade são dois aspectos benéficos dos intermediadores trazidos para o dia a dia das empresas que o utilizam.

Começando pela praticidade de utilizá-lo, podemos destacar a característica intuitiva da plataforma, permitindo à contratante se adaptar com facilidade à interface.

Além disso, por conter todas as informações em um único lugar (vendas, ticket médio, transações, entre outras) é possível realizar um controle financeiro bem mais rápido do que se as informações estivessem descentralizadas.

A questão prática também se estende aos clientes, que podem facilmente preencher as informações de pagamentos e realizá-los em um único lugar, sem ser direcionados para outros sistemas. Ou seja, possuem um checkout transparente, como explicaremos melhor adiante.

Simplificação do sistema de cobranças

Por oferecer um sistema de cobranças simples, o intermediador ajuda tanto a empresa quanto os clientes.

Imagine que você atue em uma empresa e precisa gerar boletos de mensalidades. Em vez de enviá-los fisicamente, o que gera gastos, é possível concretizar a tarefa por e-mail.

Basta um clique para que o consumidor tenha o boleto gerado com os juros embutidos, para o caso de pagamento após o vencimento, ou mesmo o recebimento de avisos sobre os vencimentos, reduzindo a taxa de inadimplência.

Diferentes formas de pagamento

Vale lembrar que o intermediador não se restringe apenas ao pagamento por meio de boletos, mas também abrange o cartão de crédito, o que é um grande benefício. Oferecer diferentes formas de pagamentos, sem dúvidas, traz maior praticidade ao dia a dia da sua instituição.

Ao adotar a ferramenta, é possível disponibilizar uma série de bandeiras de cartões de crédito. Consequentemente, há um impacto gerado nos consumidores, que costumam optar por serviços que possuem tal praticidade embutida.

Maior controle da gestão financeira

As finanças são um assunto sério para empreendedores. Logo, é importante que ele esteja munido de ferramentas que a auxiliem a ter um controle maior sobre esse aspecto.

O bom intermediador conta com um painel de controle que permite o acompanhamento dos pagamentos aprovados e reprovados, saldo de devedores, inadimplência, entre outros dados que permitirão um monitoramento total sobre o aspecto financeiro, evitando que transtornos ocorram e prejudiquem a instituição e também os clientes.

Manual Financeiro para Empreendedores

Agilidade na disponibilização dos recebimentos

Uma das maiores vantagens do intermediador é a possibilidade de liberação dos recebíveis logo após a confirmação do pagamento. Imagine que você tenha fechado um contrato de prestação de serviços e, por acaso, em um mês o pagamento do cartão de um cliente atrasa.

O intermediador conta com alternativa de liberação automática do dinheiro após a confirmação do pagamento, o que pode ser bastante útil na hora de fazer investimentos, por exemplo, em infraestrutura. Assim, ações do tipo impactarão até mesmo na hora de aumentar o índice de conversão de clientes.

Checkout transparente

O intermediador de pagamentos conta com a vantagem de poder ser integrado ao site do estabelecimento da escola, por exemplo. O que nos leva ao checkout transparente para o cliente, que não será direcionado à outra plataforma, ajudando assim, na manutenção da credibilidade do negócio.

Além disso, o sistema tem diferenciais, como o acesso aos dados completos de cada operação realizada. Para a empresa essa é uma garantia de maior controle sobre as finanças, o que impacta na produção de relatórios de pagamentos.

Contar com um intermediador de pagamentos facilita o trabalho de gestores que precisam lidar com finanças advindas de diferentes fontes. Ao optar por esse tipo de serviço, a instituição não só tem mais segurança e confiabilidade para si própria, como também oferece o mesmo benefício aos seus clientes, o que acaba sendo um diferencial estratégico.

E então, identificou a necessidade de adotar um intermediador de pagamentos na sua empresa? Entre em contato conosco e descubra como os nossos serviços podem ajudar você!

eBook grat

Categoria

Gestão Financeira

Ver todos os posts desta categoria

Os melhores conteúdos sobre tecnologia de pagamentos e gestão na sua caixa de entrada.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente:

Carregando...