Aprenda como funciona o pagamento recorrente nas plataformas online | Gerencianet

Blog da Gerencianet

Pagamentos on-line, empreendedorismo e e-commerce

Aprenda como funciona o pagamento recorrente nas plataformas online

Editor Gerencianet

21/08/2019

Uma agenda com anotações sobre pagamentos e um celular escrito realizar pagamento

Você sabe o que é um pagamento recorrente? De que forma esse tipo de atividade funciona? Como uma plataforma online pode ajudar você nesse modelo? Quer conhecer exemplos de sucesso nesse mercado?

Essas são algumas das principais dúvidas de pessoas que buscam informações a respeito da cobrança recorrente. Por isso, neste guia você vai  conhecer melhor todo esse sistema e saber se vale a pena mesmo investir nele. Confira!

O que é pagamento recorrente?

Provavelmente você faz uso ou já teve que pagar algum tipo de conta por meio desse serviço. As vendas recorrentes são aquelas em que a pessoa paga uma assinatura mensal por um determinado produto ou serviço.

A escola dos seus filhos é um pagamento recorrente, a sua assinatura de plataforma de streaming também, assim como a sua conta de internet e o pagamento do MEI, caso você seja um microempreendedor.

Ou seja, tudo que envolve carnês, assinaturas, boletos mensais faz parte dessa forma de pagamento.

Nos tempos atuais, é cada vez mais comum o uso desse serviço, principalmente, por conta da internet e seus variados produtos que exigem pagamentos mensais, trimestrais, semestrais e anuais.

Por isso, conhecer e entender como funciona uma cobrança recorrente é saber mais sobre uma das principais tendências de pagamento daqui para a frente no Brasil e em todo o mundo.

Como funciona o pagamento recorrente online?

Como funciona o pagamento recorrente online?

Que você usa esse sistema para pagar as suas contas, já ficou claro. A dúvida agora é: como você pode usar essa plataforma para cobrar dos seus clientes?

Se o seu negócio permite a cobrança por meio de assinatura, seja por boleto ou cartão de crédito, basta você contratar uma empresa que oferece meios de pagamento online.

Assim, é só criar o seu cadastro, fazer a conta e começar a emitir esses boletos recorrentes para distribuir aos seus clientes.

É um sistema muito simples, fácil de usar e que vai trazer uma melhor gestão de tempo ao seu trabalho, além de um bom corte de custos, porque o preço dessas plataformas é bem justo.

Quais são os principais modelos de assinatura?

Agora que você já fez o seu cadastro e tem uma conta em uma plataforma de pagamento online, é hora de definir como esse tipo de cobrança será feita.

Existem algumas questões que podem ajudar você nessa escolha. Por exemplo: o pagamento é mensal, bimestral, trimestral, semestral ou anual? Essa é uma decisão sua e dos seus clientes. Alguns produtos ou serviços devem ser pagos todo mês, mas outros podem ter outra periodicidade.

Um plano de internet, de saúde, de seguro, normalmente, é pago todo mês. Porém, uma assinatura de livros, revistas, sites de emprego, pode ter pagamento semestral e até anual.

Que vantagens o empresário tem ao adotar o sistema de pagamento recorrente?

Que vantagens o empresário tem ao adotar o sistema de pagamento recorrente?

São muitas vantagens, mas elas só fazem sentido se a sua empresa oferecer algum tipo de produto ou serviço que exija esse tipo de pagamento.

Se você tem um bar, por exemplo, esse tipo de pagamento não é muito indicado. Porém, se você for dono de uma rede de cursos online ou de idiomas, o sistema de vendas recorrentes é a melhor solução.

Veja na lista a seguir quais são as principais vantagens de adotar essa plataforma de pagamento online!

  • Melhora a gestão de tempo, já que não é necessário fazer a emissão todo mês.
  • Torna mais eficaz o planejamento financeiro.
  • Reduz a inadimplência, uma vez que facilita o pagamento do cliente.
  • Facilita a projeção do negócio.
  • Automatiza todo o processo de cobrança dos clientes.
  • Faz com que as receitas sejam mais previsíveis.
  • Integra todas as equipes e sistemas da empresa.
  • Fideliza e ajuda a conquistar novos consumidores.

Essas são as principais vantagens que você vai encontrar ao fazer um bom plano de pagamento recorrente no seu empreendimento.

Entre todos esses benefícios, um merece destaque. É o caso da integração de todas as equipes da empresa, independente do tamanho do seu negócio.

Com um sistema de pagamento online por assinatura, você consegue criar uma base de dados de cada um dos seus clientes que pode ser usada pela equipe de atendimento, de marketing, de vendas, além do financeiro. Isso ajuda a  alavancar o crescimento de uma companhia.

E as formas de pagamento?

Existem diversos métodos que podem ser usados para as cobranças recorrentes: boletos, carnês ou cartão de crédito.

Os boletos são vantajosos, porque têm um custo menor, garantem ao cliente que ele gaste apenas o que tem de dinheiro, são simples de serem emitidos e também quitados, além do consumidor poder pagá-los pela internet, aplicativo do banco, ou outros meios facilitadores.

O carnê funciona como um agrupamento de boletos que facilita a organização do cliente, se ele tiver contratado algum serviço de cobrança recorrente, como um plano, uma assinatura, ou até o pagamento dividido por determinado produto.

Já o cartão de crédito tem diversas possibilidades para o cliente e também para o empresário. É uma forma de pagamento muito segura, usada no mundo inteiro, que facilita a vida do consumidor na hora de quitar uma dívida ou pagar uma conta.

Cada um dessas formas de pagamento possui vantagens, mas também diferenças. O ideal é fazer uma boa pesquisa sobre o público da sua empresa e definir quais desses meios são melhores para serem usados pela sua gestão de vendas.

Quero emitir boletos agora mesmo

Há cases de sucesso atuais sobre pagamento recorrente?

Além de escolas, planos de saúde, internet, aluguel, seguro, existem novos tipos de assinatura e empresas diferenciadas que têm ganhado muito com isso.

A lista abaixo vai mostrar a você alguns casos de sucesso do século XXI de empresas que investem no sistema de pagamento recorrente!

1. Netflix

Claro que ela estaria em primeiro lugar. De longe, é a empresa que usa a plataforma de cobrança recorrente de maior sucesso dos últimos anos.

Isso ocorre por uma mistura de fatores: facilidade de pagamento, bom atendimento, qualidade no serviço, marketing de primeira e novidades. Quando uma empresa consegue ter tudo isso, pode ter certeza que é sinônimo de sucesso.

Sem o uso do pagamento recorrente, a Netflix jamais seria o que ela é hoje. Do valor mais baixo até o plano mais alto, as pessoas pagam pela assinatura, pois recebem de volta o serviço na qualidade que desejam e muitas vezes nem lembram que estão pagando por isso.

2. Cursos online

Nesse caso, não precisa citar uma empresa só, mas são várias, dos mais diferentes estilos e para as mais variadas necessidades. Tem curso online de aprender a apostar em futebol até cursos para criar tipos novos de ovos de Páscoa. E todas essas plataformas de aprendizado utilizam o pagamento recorrente.

Portanto, há muitas cases de espalhados pela rede mundial de computadores. É cada vez mais comum as empresas oferecerem cursos online em troca de uma assinatura mensal, semestral ou anual.

3. Catho

A Catho não é uma empresa tão nova como a Netflix ou o Spotify, mas também sabe usar muito bem o sistema de pagamento recorrente.

O site de vagas de emprego continua firme e forte entre os mais conceituados no Brasil, principalmente para profissionais com ensino superior, pós-graduação, que formam uma elite intelectual e trabalhadora no país.

O Catho tem um sistema interessante de vendas recorrentes. Você pode escolher um plano mensal, semestral, anual. Se fechar o anual, por exemplo, você vai continuar pagando mensalmente, mas um valor menor do que pagaria pelo plano mensal ou semestral.

Quais erros podem ser evitados ao contratar esse sistema?

Quais erros podem ser evitados ao contratar esse sistema?

A boa gestão vai além de ter um bom sistema online de pagamento ou uma boa base de dados. É preciso que o administrador trabalhe com a dedicação e a seriedade necessária. Caso contrário, de nada adianta uma boa plataforma, o fracasso será inevitável.

Uma prova disso é o tópico anterior. Portanto, não basta a essas empresas somente a escolha pelo pagamento recorrente. Além disso, elas também têm que oferecer um bom serviço, de qualidade, com atendimento humanizado e investimento em marketing.

E até a respeito da própria cobrança recorrente, alguns cuidados são essenciais para evitar problemas futuros.

Você deve, por exemplo, ter sempre o controle de pagamentos feitos pelos seus clientes. Não deixe para depois, não procrastine, isso pode causar um grave problema de planejamento financeiro no fim do mês.

Outra dica importante é escolher um sistema de pagamento online que seja mais aberto, mais livre, menos engessado. Por isso, faça uma boa busca, converse com seus colegas empresários, pesquise em sites como Reclame Aqui, veja a taxa de solução de problemas, de pessoas que voltariam a fazer negócio com a empresa.

Tudo isso precisa ser muito bem analisado. De nada adianta contratar um serviço de pagamento recorrente, se a empresa que oferece esse sistema é ruim.

Além de tudo isso, é preciso que o empresário tenha controle sobre tudo que vende. E, se for um produto, fique ligado ao estoque. Portanto, não venda mais produtos do que você tem. E, caso seja um serviço, tenha atenção se ele está atualizado, se não houve mudanças, se não precisa de modificações. Ou seja, todos esses fatores fazem muita diferença na hora de realizar as vendas.

Como deve ser feito o planejamento financeiro da empresa?

Com o sistema já em funcionamento, você precisa criar uma metodologia para que ele trabalhe para alavancar as vendas e o desenvolvimento do negócio.

Para isso, algumas questões são essenciais, como a análise de receitas, os custos e o faturamento como um todo!

1. Receitas

O pagamento recorrente traz vantagens especiais para o planejamento financeiro da empresa. Dessa maneira, um dos principais dados é a análise de receitas.

A primeira verificação que pode ser feita é sobre as chamadas receitas recorrentes. Como você sabe quantas assinaturas têm e qual o valor de cada uma delas, é possível fazer uma previsão de quanto de receita você terá no mês seguinte.

Isso facilita bastante a vida do empresário. Claro que é preciso fazer um cálculo seguro, que leve em conta a inadimplência, pagamentos atrasados, juros e multas, mas você consegue acompanhar tudo por meio de relatórios gerados pelo intermediador de pagamentos.

Além desse tipo de avaliação, você também consegue observar a receita gerada por cada cliente na totalidade do faturamento da empresa durante um mês, por exemplo. Outro dado muito importante para o planejamento financeiro.

Manual Financeiro Para Empreendedores
2. Custos e cancelamentos

A partir de uma média feita com alguns meses, é possível tirar um resultado aproximado do número de cancelamentos de assinaturas que a empresa terá em um único mês.

Além disso, os custos ficam mais fáceis de serem calculados, já que é possível saber o número exato de consumidores que terão determinados tipos de produtos e serviços.

3. Faturamento

Por último, mas não menos importante, você terá uma ideia do seu faturamento mensal, semestral e até anual. Isso é ótimo para criar metas, prever o crescimento da empresa, conferir se os objetivos de um determinado período foram alcançados. Enfim, uma série de dados essenciais para todo e qualquer gestor.

Assim, todos esses dados são obtidos e calculados pelas ferramentas de gestão do intermediador de pagamentos utilizado.

A tecnologia está aí para ajudar a vida do empresário e do consumidor. Não tenha medo dela, pois somente os que aprenderem a usá-la é que vão prosperar daqui para frente.

Então, se tiver gostado deste guia, veja também a importância de acompanhar as métricas relacionadas ao pagamento recorrente.

Categoria

Formas de Pagamento

Ver todos os posts desta categoria

Os melhores conteúdos sobre tecnologia de pagamentos e gestão na sua caixa de entrada.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente:

Carregando...