Abrir conta digital grátis Carregando

Pagamento instantâneo Pix: tudo que você precisa saber

Publicado em 20 de dezembro de 2019 (atualizado em 09 de novembro de 2020)
Pagamento instantâneo: tudo o que você precisa saber

Quem é antenado no mercado de pagamentos já deve ter ouvido falar sobre Pix e/ou pagamento instantâneo. A modalidade, já comum no exterior, em países como China e Austrália, está em estudo no Brasil e prevista para ser lançada em novembro de 2020, pelo Banco Central do Brasil.

Para se ter uma ideia, nos EUA, em 2018, estima-se que foram realizados mais de 80 milhões de pagamentos nessa modalidade. 

Com a chegada do Pix, serviços de transferência como DOC e TED poderão sofrer impacto, uma vez que a nova solução promete ser mais eficaz. Outro impacto poderá ser a diminuição dos pagamentos feitos por cartão de débito. 

Esse modelo está relacionado com a revolução tecnológica em curso, que possibilita a inovação e o surgimento de novos modelos de negócio.

Além disso, percebe-se um grande potencial de redução do custo social, com a diminuição do dinheiro em papel, como notas.

Acompanhe nosso artigo para saber TUDO sobre a modalidade! 

O que é pagamento instantâneo? 

O pagamento instantâneo promete revolucionar a forma de fazer transações financeiras.

Isso porque o Pix, nome do Pagamento Instantâneo no Brasil, vai permitir a transferência de valores em tempo real, seja entre pessoas físicas, para empresas ou até mesmo para órgãos públicos, com disponibilidade de 24 horas por dia, 7 dias por semana

Ou seja, o recebedor terá acesso ao valor de forma imediata, mesmo em caso de pagamentos nos fins de semana, feriados ou fora do horário bancário. Assim, será diferente do que acontece com os TEDs e DOCs, por exemplo. 

Na prática, como o Pix funciona?

A intenção é que o Pix simplifique e agilize as transações financeiras, com o dinheiro indo de uma conta para outra em menos de 10 segundos.

Esse processo acontece de forma rápida porque não precisa de intermediários. O fluxo fica menor, resultando em redução de tempo, custos muito menores e qualidade na transação:

Na imagem: representação do funcionamento de uma transação monetária utilizando o Pix com a Gerencianet
Reprodução: Gerencianet

Quem pode usar o pagamento instantâneo?

De acordo com o site do Bacen, as transferências de dinheiro em tempo real poderão ser utilizadas em diversas transações. Acompanhe!

Transações P2P  

A sigla P2P é utilizada para a expressão person to person. Ou seja, as transações poderão ser realizadas entre pessoas físicas.

Transações P2B

Já a sigla P2B é usada para definir as transações entre pessoas e empresas. A categoria inclui, também, o comércio eletrônico.

Transações B2B

B2B abrange as transferências que poderão acontecer entre empresas diferentes. Quer um exemplo? Quando uma empresa realizar o pagamento de um serviço prestado por um fornecedor, ela poderá utilizar o pagamento instantâneo.

Transações P2G e B2G

Nessa categoria, entram as transferências que envolvem órgãos do governo. Elas podem ser de uma pessoa física para o órgão (P2G) ou mesmo de uma empresa para o governo (B2G), por exemplo.

Transações G2P e G2B

Aqui entram pagamentos de salários e benefícios sociais feitos pelo governo para  pessoa física (G2P). 

Além disso, será possível realizar o pagamento de convênios ou outros serviços feitos pelo governo para uma empresa (G2B).

Como fazer transações com o Pix?

A transação vai funcionar de forma rápida e simples. Para utilizar a modalidade, o usuário deverá ter uma conta com um prestador de serviço de pagamento, seja um banco ou uma instituição de pagamento, como a Gerencianet

O pagamento pode ser feito de diversas maneiras. Veja só!

Inserção manual dos dados

Para começar, o pagamento pode ser realizado por meio da inserção dos dados do recebedor.

Essa modalidade é similar ao que acontece hoje com as transferências bancárias. Ao informar os dados do recebedor, como nome completo, CPF, CNPJ e/ou outros, o sistema identifica os dados e efetiva o pagamento. 

Inserção de chave de endereçamento 

Outra opção para pagamento é a inserção de uma chave que identifica o recebedor. A chave pode ser o e-mail, o número do celular ou um documento (CPF/CNPJ). 

Ao fazer a inserção da chave do Pix, o sistema identifica para onde o dinheiro irá. Cada chave pode ser referente a uma conta. Dessa forma, o número do celular pode identificar a transferência para a conta Gerencianet e o e-mail identificar a conta bancária, por exemplo. 

QR Code Recebedor 

O QR Code também permitirá a identificação do recebedor. Assim, quem recebe a cobrança deve gerar um QR Code, que irá reconhecer a transação. Assim, ao fazer a leitura, basta o usuário conferir os dados e confirmar o pagamento.

QR Code Pagador 

Da mesma forma, o QR Code pode ser utilizado para indicar os dados do pagador. Para isso, o usuário deve gerar um código e apresentar ao recebedor e, assim, efetuar o pagamento. O código pode ser gerado até mesmo de forma offline

6 vantagens do pagamento instantâneo 

Quais são as vantagens do Pix, pagamento instantâneo brasileiro? 

Quando estiver funcionando, o pagamento instantâneo vai trazer diversos benefícios para quem paga e para quem recebe. Veja! 

1. Disponibilidade imediata

A modalidade estará disponível de forma ininterrupta, 7 dias por semana, 24 horas por dia, incluindo fins de semana e feriados.

Dessa forma, será possível realizar e receber pagamentos imediatos a qualquer momento. 

Portanto, se você precisar realizar uma transferência de valores para um amigo ou familiar, em uma emergência no feriado, ele terá acesso ao dinheiro no mesmo instante, sem demora. 

2. Velocidade 

Sabe quando você espera um dia útil para confirmar o DOC e descobre, depois do prazo, que o valor voltou? A operação, então, precisa ser refeita e você precisará esperar por mais um dia, não é mesmo? Pois é. Com o pagamento instantâneo, isso não vai mais acontecer. O sistema resolve tudo no mesmo momento. 

Por isso, independente do horário em que for realizado, o pagamento é confirmado em poucos segundos. Assim, você saberá na hora se a transação funcionou ou não. 

3. Facilidade de uso 

O Pix promete uma estrutura mais flexível e simples, permitindo a abertura do mercado para um maior número de prestadores de serviço. Dessa forma, será mais acessível também para os usuários. 

Outra vantagem é que, para realizar transferências, você não será obrigado a informar todos os dados do recebedor. Em TEDs e DOCs, você precisa apresentar dados como: 

  • CPF ou o CNPJ;
  • a identificação da instituição em que o recebedor possui uma conta;
  • o número da agência; 
  • o tipo e o número da conta. 

4. Facilidade no fluxo de caixa e gerenciamento de tributos

Para as empresas e órgãos públicos, por exemplo, o faturamento eletrônico pode proporcionar maior controle de fluxo de caixa e o gerenciamento dos tributos. Isso é possível, já que, por meio dos pagamentos instantâneos, tudo é registrado eletronicamente

Assim, o governo também consegue melhorar a fiscalização e combater a corrupção e a lavagem de dinheiro com mais facilidade.

Como Utilizar o Boleto para Pagamentos Recorrentes

5. Mais economia 

O novo modelo vai ser também mais econômico, já que o custo de implementação será mais baixo. Por ter uma estrutura mais flexível e simples, o pagamento irá permitir a abertura do mercado para um maior número de prestadores de serviço. 

6. Segurança

A utilização do pagamento instantâneo reduz a necessidade de se carregar dinheiro vivo, afinal, tudo poderá ser pago diretamente pelo celular.

Com isso, o risco de roubo ou perda de dinheiro também é minimizado. Além disso, por ser um processo criado e gerido pelo Bacen, a modalidade oferece a segurança necessária para pagadores e recebedores. 

Para os e-commerces, por exemplo, o risco das operações pode diminuir, uma vez que fraudes e auto fraudes ficam em maior evidência. 

VEJA TAMBÉM: Pix para empresas: quais as vantagens da nova modalidade para os negócios?

Quais são os impactos do Pix no mercado de pagamentos?

A chegada do pagamento instantâneo Pix representa uma revolução tecnológica incorporada pelo sistema financeiro no Brasil.

O sistema apresentará a disponibilidade ininterrupta no processamento das transações. O serviço estará disponível 24 horas por dia, todos os dias do ano. O que representa uma modalidade de pagamento mais coerente e condizente com os novos tempos.

Segundo estudo realizado pela Boarnerges & Cia, consultoria em varejo financeiro, o pagamento instantâneo tem potencial para alcançar entre 11% e 20% do consumo privado em 10 anos

A projeção é de que o pagamento instantâneo ultrapasse o dinheiro físico em menos de 10 anos, movimentando mais de R$ 800 bi em 2027

– Boarnerges & Cia

Os impactos do pagamento instantâneo logo chegarão aos comerciantes e público em geral. Isso porque o Pix tem um menor custo de implementação e dinheiro na hora para quem recebe. Para quem paga, o pagamento instantâneo é uma opção mais rápida, barata e segura.

Cronograma de lançamento do Pix

Confira, abaixo, o cronograma de lançamento do Pix: 

Cronograma de lançamento do Pix
Reprodução: Gerencianet

A Gerencianet vai disponibilizar o pagamento instantâneo?

A Gerencianet vai disponibilizar o pagamento instantâneo Pix? 

Desde o início da implementação do Pix pelo Banco Central, a Gerencianet auxilia o órgão no trabalho de definição de regras de funcionamento da modalidade no país.

Dessa forma, a instituição se prepara para a adoção da modalidade em suas operações e, com isso, facilitar, ainda mais, a vida dos usuários.

Em março de 2020, a Gerencianet lançou, em seu aplicativo, a funcionalidade de pagamento instantâneo. Atualmente, o recurso funciona apenas para transferências entre contas Gerencianet.

Porém, vale lembrar que é o primeiro passo, dentre outros que estão sendo desenvolvidos pela instituição, para entrar em conformidade com o Pix. Futuramente, o aplicativo também permitirá o pagamento e recebimento de valores provenientes de qualquer instituição bancária.

Assim, quando o Bacen disponibilizar esse recurso, todos os clientes Gerencianet poderão utilizar o saldo da conta para realizar pagamentos instantâneos a qualquer hora.

Gerencianet realiza testes do Pix 

O prazo para solicitar a adesão à modalidade por instituições financeiras e fintechs encerrou-se no dia 01 de junho. No entanto, mesmo antes do prazo oficial para o início dos testes, a Gerencianet já vinha realizando seus testes. 

Inicialmente, realizamos verificações de conectividade, para garantir que os certificados digitais e a comunicação por meio da Rede do Sistema Financeiro Nacional (RSFN) estão funcionando. Também iniciamos os testes de serviços disponibilizados pelo Bacen.

Esses testes têm a intenção de provar a capacidade de processamento de dados. Além disso, objetiva promover os ajustes necessários para que, no lançamento, a funcionalidade esteja em pleno funcionamento.

Como participar do Pix com a Gerencianet?

Sabia que você pode oferecer o Pix em seu negócio? A Gerencianet está andando em conformidade com o Banco Central. Por isso, está preparada para disponibilizar, em novembro, o pagamento instantâneo em seu negócio, assim que o BC lançar o arranjo de pagamento.

Entenda como o Pix vai funcionar para modelos de negócio, com as principais dúvidas respondidas pelos nossos especialistas:

Baixe gratuitamente o manual do Pix para entender como oferecer o novo método de transações financeiras em seu negócio usando apenas sua Conta Digital Gerencianet:

Manual do Pix para Modelos de Negócio

Utilizando o Pix com a Gerencianet

Existem duas maneiras de oferecer o Pix, por meio da Gerencianet, em seu negócio:

Por meio do app da sua conta digital para negócios:

Nesse caso, para participar, basta ter uma Conta Digital Gerencianet para gerar os QR Codes e apresentar ao cliente final. É ideal para MEIs, autônomos e pequena empresas que possuem poucas transações via Pix.

E o melhor: por meio da conta digital, o Pix é 100% gratuito para pessoas físicas e pessoas jurídicas.

VEJA TAMBÉM: Pix na Gerencianet: como preparar sua conta para os pagamentos instantâneos – um guia prático

Por meio da API Pix:

Essa outra opção é ideal para e-commerces e médios e grandes negócios – uma vez que, com a API Pix desenvolvida pela Gerencianet, é possível fazer um maior volume de requisições de forma totalmente automática.

Confira, no vídeo abaixo, o bate-papo com os especialistas da Gerencianet, abordando assuntos como o upgrade da API, as tendências de padronização dos diferentes serviços, callbacks e webhook, tx-ID e QR Codes estáticos e dinâmicos, além das atuais discussões com o Bacen.

Por fim, ficou interessado? Entre em contato com a gente e esteja preparado para fazer e receber um Pix. 

Categoria

Pix

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. OK