Abrir conta digital grátis Carregando

Open Finance — como vai funcionar no Brasil + 9 dúvidas que você possa ter

Publicado em 30 de maio de 2022 (atualizado em 27 de junho de 2022)
Homem com celular na mão, realizando pagamentos via Open Finance

Considerado pelo Banco Central como a evolução do Open Banking, o Open Finance agora traz uma ampla gama de produtos e serviços financeiros para o Sistema Financeiro Aberto. 

Neste artigo, vamos responder 9 dúvidas sobre como esse ecossistema vai impactar os negócios e a vida dos consumidores. Afinal, estamos falando de uma inovação que vai revolucionar o mercado financeiro do Brasil!

O que é Open Finance?

O Open Finance, ou Sistema Financeiro Aberto, é uma iniciativa do Banco Central que devolve aos usuários o controle sobre seus dados. Isso possibilitará que eles autorizem o compartilhamento de suas informações e serviços financeiros com diversas instituições.

Com isso, teremos como resultados a oferta de produtos financeiros mais personalizados e soluções de pagamento mais rápidas e seguras.

Quais serviços fazem parte do escopo do Sistema Financeiro Aberto?

O escopo do Open Finance inclui o serviço de compartilhamento de iniciação de transação de pagamento. Essa novidade permite pagamentos e transferências diretamente de apps de mensagens, de  delivery, carteiras digitais e e-commerces, por exemplo.

Também faz parte do escopo o serviço de encaminhamento de proposta de crédito. Aqui, as empresas podem, com base no histórico financeiro, oferecer propostas mais personalizadas que atendam as necessidades específicas do cliente.

VEJA TAMBÉM: O que é Iniciador de Transação de Pagamento no Open Banking? E como usar para seu negócio?

Qual a diferença entre Open Finance e Open Banking?

É simples! O Open Finance é, na verdade, uma evolução do Open Banking. 

O nome “Open Banking”, de certa forma, restringia a iniciativa aos bancos e fintechs. Com o intuito de incluir mais players do mercado, como corretoras de seguro, companhias de câmbio, plataformas de investimento, fundos de previdência e outros, o Banco Central anunciou a evolução para Open Finance.

Aliás, vale dizer que esse sistema já é uma tendência mundial em muitos países. No Brasil, todo esse ecossistema funcionará como uma estrutura de serviços financeiros cada vez mais digital.

“Vamos conseguir ver esses produtos navegando de forma transversal, com um custo de intermediação muito mais baixo.”

Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central.

📺 A gente já falou sobre essa diferença no nosso canal. Se preferir esse conteúdo em um vídeo, é só dar o play para assistir!

Como o Open Finance vai funcionar no Brasil?

Após a passagem do modelo Open Banking para Open Finance, o Banco Central dará continuidade às fases de implementação do ecossistema ao longo do ano de 2022.

Sendo assim, a fase de iniciação de transação de pagamento por Pix — como prevista na fase 3 — já foi iniciada. Agora, o órgão trabalha com a disponibilização de dados abertos sobre produtos e serviços relacionados a seguros, previdência, câmbio, credenciamento e investimentos — etapa da fase 4. 

No momento, o BC também trabalha nas regras do processo de monitoramento do compartilhamento das informações dos clientes e serviços oferecidos. 

Com isso, a ideia é deixar claro às instituições participantes quais são as suas atribuições e deveres no Sistema Financeiro Aberto.

Quais são as vantagens do Open Finance?

O Open Finance nasceu para trazer mais inovações ao sistema financeiro brasileiro. 

Antes, os dados dos usuários estavam restritos aos bancos em que eles mantinham relacionamento. Então, com o Sistema Financeiro Aberto, a concorrência tende a aumentar. Assim, espera-se que as instituições entreguem produtos e serviços financeiros mais personalizados, com uma experiência mais rica e condições mais vantajosas.

Também poderemos sentir seus efeitos ao fazer compras online, por exemplo. Com o Serviço de Iniciação de Pagamento, o processo de compra é mais fluido, com menos telas — reduzindo de 7 para 3 etapas — e com alto nível de segurança. 

Isso porque não será necessário que o pagador faça o login no app da sua instituição de pagamento e realize o processo todo por lá. A transação vai ocorrer integralmente dentro do app ou site em que ocorre a compra. 

O Open Finance é seguro?

O Banco Central é a instituição que regulamenta o Open Finance. Isso significa que todas as instituições participantes devem, obrigatoriamente, seguir regras específicas de segurança para operar nesse ambiente.

Além disso, o Sistema Financeiro Aberto está em conformidade com a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que tem o objetivo de assegurar a proteção dos dados pessoais. Por isso, o compartilhamento de dados só pode existir após o consentimento dos usuários.

As trocas de informações no Open Finance também estão protegida pela Lei do Sigilo Bancário. Todas as instituições participantes são fiscalizadas e sujeitas a punições se não seguirem as exigências previstas na legislação e regulamentação vigente.

Como empresas podem usar o Open Finance?

Antes de tudo, vale destacar o maior impacto positivo do Open Finance: melhores experiências de pagamento para os clientes. Isso tudo começa pelas APIs das Iniciadoras de Pagamento, que permitem o compartilhamento das informações dos clientes.

Para entender melhor, vamos mostrar como os negócios digitais podem usar o serviço de Iniciação de Pagamento!

— Iniciação de Pagamento

Essa é a melhor maneira dos negócios digitais aproveitarem o Sistema Financeiro Aberto.

Nesse cenário, as empresas poderão oferecer pagamentos via Open Finance na hora do checkout do cliente. Isso vai permitir que as transações sejam feitas pelas APIs dos Iniciadores de Pagamento

Funciona assim: o cliente finaliza a compra em um app de delivery de comida, ou qualquer outro tipo de negócio. Logo, realiza o consentimento para que esse aplicativo inicie o pagamento no banco de sua preferência. 

“O cliente vai receber ali no ambiente do delivery o comprovante de efetivação do pagamento e finalizar o processo de compra. Então, a gente tem uma redução de telas e um processo mais fluído, já que agora as instituições se comunicam.”

Karen Letícia, Gerente de Produto Open Finance na Gerencianet.

Ou seja, tudo isso sem a necessidade de iniciar todo o processo no app do banco do consumidor. Menos telas, mais segurança e agilidade!  

📺 Se preferir, assista ao vídeo da Roda de Conversa e entenda como essa proposta será integrada ao Pix para simplificar as transações comerciais em negócios digitais.

Quais meios de pagamento serão incluídos?

Na iniciação de pagamento, apenas as operações via Pix no ambiente Open Finance começaram a ser implantadas. Mas, logo mais teremos o compartilhamento gradual dos demais arranjos de pagamento durante todo o ano de 2022. São eles:

  • Pix (já incluído);
  • transferências entre contas do mesmo banco;
  • TED;
  • boletos;
  • débito em conta.

Quer saber como oferecer pagamentos via Open Finance no seu negócio? Então veja como a Gerencianet está atuando no Sistema Financeiro Aberto com o nosso time de especialistas!

Na Plataforma Discord, você pode se conectar com a maior comunidade de integradores do Brasil e também acompanhar as novidades desse novo ecossistema.  

Junte-se a milhares de especialistas no Discord

Open finance vale a pena? 

O Open Finance é um movimento global. Isso quer dizer que é tendência em muitos países no mundo. Então, sim, vale a pena seguir essa revolução!

Essa iniciativa tem todo o potencial para estimular não apenas a inclusão bancária, mas manter os clientes em ambientes digitais ainda mais seguros e com melhores experiências de uso. 

Por fim, para entender melhor os impactos positivos desse sistema, preste só atenção nesses dados:

  • na Inglaterra, segundo a análise de uma empresa de serviços financeiros, quando é ofertado ao cliente essa opção de pagamento, ela se torna 20% do volume total dos recebimentos
  • no mundo todo, o Open Finance deverá viabilizar transações de pagamentos superiores a US$ 116 bilhões em 2026, de acordo com uma previsão da Juniper Research.

Agora quer saber como se conectar ao mercado financeiro e converter ainda mais vendas? Saiba como integrar o seu negócio à API Open Finance com a gente! 🚀

Conheça a API Open Finance Gerencianet

Depois de entender o que é Open Finance, o que você acha que teremos pela frente? Bom, à medida que esse movimento cresce no mundo todo, mais negócios poderão reconhecer as vantagens em oferecer essa opção de pagamento.

Enquanto esse ecossistema é implementado, entenda em detalhes todo o processo na jornada de pagamento no nosso Manual Open Finance para negócios digitais.

Categoria

Open Banking

Ver todos os posts desta categoria

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. OK