Abrir conta digital grátis Carregando

Quais são os impactos do pagamento instantâneo para empresas e consumidores?

Publicado em 13 de março de 2020 (atualizado em 01 de fevereiro de 2021)
Quais são os impactos do pagamento instantâneo?

A verdadeira revolução no sistema brasileiro já está nós! Lançado em novembro, o Pix já está impactando e modificando a forma como empresários e consumidores lidam com suas transações financeiras. Mas, quais são os impactos do pagamento instantâneo? 

Em suma, o pagamento instantâneo permite a transferência de valores de forma imediata. Ela pode ser feita entre pessoas físicas, entre empresas e de pessoas físicas para empresas e órgãos públicos. E o melhor: o sistema está disponível 24h por dia, todos os dias do ano, inclusive aos feriados.

A modalidade, muito comum em países como China e Austrália, foi lançada em novembro de 2020 pelo Banco Central do Brasil (Bacen).

Então, saiba mais sobre a modalidade e descubra quais serão os impactos do pagamento instantâneo. 

O que o pagamento instantâneo vai mudar no sistema financeiro?

O modelo do pagamento instantâneo está diretamente relacionado com a revolução tecnológica incorporada pelo sistema financeiro nos últimos anos. Pilares como agilidade, transparência e sustentabilidade são fortalecidos com essa solução. Além disso, ele se mostra eficaz na geração de um modelo de negócio mais aderente aos novos tempos.

Na prática, serviços de transferências financeiras, como DOC e TED, terão um forte concorrente com a chegada do Pix – nome dado ao sistema de pagamento instantâneo no Brasil.

Entre os impactos do pagamento instantâneo que podem ser observados, a principal é a diminuição do uso de dinheiro em espécie. Uma vez que, com o Pix, é necessário apenas usar o smartphone para ler o código. Dessa maneira, há redução nas chances de perda ou roubo de dinheiro.

E existe mais de uma forma de realizar um pagamento instantâneo. Então veja abaixo!

Pagamento por meio de inserção manual

Uma das formas de realizar um pagamento instantâneo é inserindo manualmente os dados do recebedor. O processo é similar ao que acontece hoje com as transferências bancárias. Ou seja, a pessoa ou empresa que enviará o dinheiro (pagador), deverá informar os dados do recebedor, como CPF ou CNPJ, banco de destino, agência e conta.

Pagamento por meio de chave de endereçamento

Outra opção para pagamento é a inserção de uma chave, uma espécie de código que identifica o recebedor. Cada chave pode ser referente a uma conta, podendo ser o e-mail, o número do celular ou um documento (CPF/CNPJ). O impacto do pagamento instantâneo, nesse caso, é a agilidade para completar a transação. 

Pagamento por QR Code do recebedor

A identificação do recebedor via QR Code também foi uma opção divulgada pelo Bacen. Com ele, quem recebe a cobrança deve gerar um QR Code, que irá reconhecer a transação. Assim, basta o comprador apontar seu smartphone para o código que deseja ler, validar seus dados e confirmar o pagamento.

Pagamento por QR Code do pagador

Por fim, o QR Code também pode ser utilizado para indicar os dados do pagador. Nesse caso, o usuário deve gerar o código e apresentá-lo ao recebedor para que o mesmo efetue o pagamento.

Vale lembrar que o QR Code pode ser gerado até mesmo offline. Esse recurso é muito útil porque, mesmo quando o pagador não possui conexão com internet, é possível realizar a transação.

Os impactos do pagamento instantâneo para os donos de estabelecimentos comerciais

Cliente realizando transação pelo celular via pagamento instantâneo

Quando implementado, os impactos do pagamento instantâneo chegarão aos comerciantes. Para começar, o pagamento instantâneo abre espaço para um maior número de prestadores de serviço. Imagine quantas oportunidades não serão criadas com essa facilidade?

O novo modelo também é mais econômico, já que o custo de implementação é mais baixo em função de uma estrutura mais flexível e simples.

Para estabelecimentos comerciais, o faturamento eletrônico pode proporcionar, ainda, um maior controle de fluxo de caixa e o gerenciamento dos tributos. Isso porque, por meio dos pagamentos instantâneos, tudo é eletronicamente registrado.

Além disso, por ser um processo implementado e gerido pelo Bacen, a modalidade oferece a garantia e a segurança necessária para todos os recebedores.

Os impactos do Pix para o consumidor

Na outra ponta, os consumidores também experimentam os diversos impactos do pagamento instantâneo.

Com o Pix não será preciso esperar um determinado dia ou horário para realizar um pagamento. Portanto, se você precisar realizar uma transferência de valores para um amigo em pleno feriado prolongado, ele terá acesso ao dinheiro no mesmo instante. Independente do horário em que for realizado, o pagamento é confirmado em poucos segundos.

Outro impacto do Pix para o consumidor é que, no momento de realizar transferências, não será obrigatório informar todos os dados do recebedor. Para efeito de comparação, em TEDs e DOCs, é preciso apresentar dados como o CPF, agência, conta, etc.

A utilização do pagamento instantâneo reduz ainda a necessidade de se carregar dinheiro em espécie, afinal, tudo poderá ser pago diretamente pelo celular. Dessa forma, diminui bastante o risco de eventuais perdas de dinheiro ou roubo.

Inclusive, essa é uma solução que promete ajudar, sobretudo, os brasileiros desbancarizados. Atualmente, o Brasil está na 9º colocação do ranking de países com mais pessoas sem conta bancária.

Então, aquele consumidor que não tem conta em banco pode usufruir das novidades do pagamento instantâneo, já que o vínculo com instituições bancárias tradicionais é dispensável. As operações poderão ser realizadas com intermediação de fintechs e instituições de pagamentos, como a Gerencianet.

Novidades do Pagamento Instantâneo na Gerencianet

Por fim, como dissemos, o Bacen é o orgão responsável pela implementaçao e regulamentação do pagamento instantâneo no Brasil. Desde o início, a Gerencianet participa da definição de regras de funcionamento da modalidade no país. Dessa forma, a empresa já tinha se preparando para a adoção da modalidade em suas operações. Inclusive, disponibilizou, antes do Pix, os recursos Pagar e Receber via QR Code, que permitem a realização de transferências entre contas da instituição em segundos.

Além disso, para quem deseja automatizar e precisa receber grande quantidade de Pix, pode ter acesso á API Pix Gerencianet. Por meio dela, é possível receber grandes volumes de Pix gratuitamente até o dia 30/04. Após o período, as tarifas variam de acordo com o valor das transações e são de, no máximo, R$ 0,89. Pelo APP Gerencianet, para contas PJ e PF, todas as transações são gratuitas. Acesse a documentação completa da API Pix ou entre no grupo do Discord para tirar dúvidas! 

Então, ainda tem dúvida sobre os impactos do pagamento instantâneo? Entenda tudo sobre o assunto no artigo Pagamento instantâneo: tudo que você precisa saber e fique por dentro dessa novidade!

E se quiser fazer parte do lançamento, entre em contato com a gente e esteja preparado para fazer e receber um Pix. 

Categoria

Pix

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. OK