Abra sua conta grátis Carregando

Gestão financeira: 7 passos importantes para o sucesso das pequenas e médias empresas

Publicado em 15 de outubro de 2019 (atualizado em 17 de outubro de 2019)

Gestão financeira, de acordo com o SEBRAE (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), é o conjunto de ações e procedimentos administrativos relacionados ao planejamento, execução, análise e controle das atividades financeiras do pequeno negócio. 

A gestão de finanças, portanto, é a base para que o negócio seja bem-sucedido: ela permite que você aumente o lucro e expanda as atividades da sua empresa. Em pequenas e médias organizações, controles pouco rigorosos ou formas amadoras de lidar com os processos podem ser comuns.

Por isso, este artigo foi preparado para você que precisa profissionalizar a gestão financeira do seu negócio. A seguir, conheça os sete passos básicos para manter suas finanças sob controle e garantir o sucesso da sua empresa!

Saiba quanto custa o seu produto

Precificar corretamente o seu produto impacta diretamente na saúde financeira do seu negócio. Pode parecer óbvio, mas é comum que empreendedores determinem preços muito baixos para o serviço ou produto à venda. Durante o cálculo, considere os custos diretos envolvidos na produção ou fornecimento do serviço, os custos indiretos, o preço de mercado, os impostos e a margem de lucro. Defina um preço que cubra os custos e as despesas do seu negócio, mas que seja competitivo com o mercado. 

Planeje receitas, gastos e investimentos necessários

Garanta o futuro da sua empresa! Colete informações sobre os recursos financeiros do seu negócio e saiba interpretá-los. Para o desenvolvimento da sua empresa, é importante que você não gaste tudo o que ganha. Assim, ao conhecer as finanças e os custos do seu negócio, você saberá em que momento gastar, investir ou reservar o seu dinheiro.

Estabeleça metas para o seu negócio 

Organize uma jornada de crescimento precisa para a sua empresa. Ao estabelecer metas, você poderá trabalhar junto à equipe para superá-las. Além disso, é fundamental que você se previna e se prepare para possíveis crescimentos e oportunidades de negócio ou para as oscilações e momentos de baixa.

Controle o seu estoque

Não compre mais do que o necessário para produzir e vender, principalmente se esse é o começo da sua empresa. Inicialmente, escolha trabalhar com estoques reduzidos para diminuir o capital investido e ter mais recursos em caixa. Afinal, é importante ter um excedente para lidar com imprevistos, mas é necessário equilíbrio.

Gerencie o fluxo de caixa

Controle as entradas e saídas de recursos financeiros relacionadas a vendas, prestação de serviços, salários, impostos, despesas, pagamento de fornecedores, dentre outros. Para auxiliar nesse processo, conte com um profissional contábil, que terá a responsabilidade de controlar e informar todas as movimentações financeiras. Dessa forma, as decisões tomadas e estratégias definidas estarão amparadas por informações acertadas sobre a entrada e saída de recursos.

Uma dica é: caso você use frequentemente o boleto como forma de cobrança, é interessante avaliar a viabilidade de contratar uma plataforma única para o controle das emissões e verificação dos pagamentos. 

Manual Financeiro Para Empreendedores

Não misture contas pessoais com as da empresa 

Jamais misture suas contas pessoais às do seu negócio, ainda que você trabalhe sozinho. Ao invés disso, programe um pró-labore que será pago a você todo mês. Dessa forma, você vai compreender melhor o faturamento da empresa e separá-lo do seu orçamento doméstico. 

Saiba quando recorrer ao crédito 

Recorra ao crédito somente depois de esgotar todas as outras opções. Antes de solicitar empréstimos, tente renegociar a dívida. Não tenha medo de conversar com parceiros e fornecedores, para que os prazos sejam estendidos. Abra o jogo e estreite as relações! 

Os benefícios da boa gestão financeira

 

Fazer uma gestão financeira eficiente, utilizando as ferramentas adequadas, pode gerar vários benefícios para a empresa. Confira alguns deles:

  • maior controle sobre as movimentações financeiras;
  • acesso facilitado às informações;
  • automatização dos processos financeiros;
  • maior segurança e agilidade nas operações;
  • diminuição de erros e retrabalho;
  • aumento da produtividade;
  • redução de custos operacionais;
  • melhoria no planejamento e análise estratégica;
  • informações precisas para tomadas de decisões;
  • alcance de objetivos a longo prazo;
  • maior embasamento na hora de projetar novos investimentos;
  • geração de valor para o negócio e aumento da vantagem competitiva.

Por proporcionar benefícios essenciais para o sucesso do negócio, a gestão financeira não pode ser vista apenas como mais uma atividade a ser desenvolvida pelo setor financeiro. Ela deve ser considerada instrumento estratégico de gestão, focada em resultados. 

Para continuar aprimorando a sua gestão, invista em ações práticas para a rotina do seu negócio. Baixe o nosso checklist de rotinas para gestão financeira e veja as principais estratégias que você precisa saber!

Categoria

Gestão Financeira

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.