Abra sua conta grátis Carregando

Como definir uma estratégia de frete grátis para o seu e-commerce?

Publicado em 04 de novembro de 2019 (atualizado em 04 de novembro de 2019)
Uma pessoa entregando uma caixa para outra pessoa

Comprar online é um grande facilitador da vida moderna. Basta ter acesso à internet para ver produtos de milhares de lojas online que aceitam diversos meios de pagamento. No entanto, na hora de ver o preço e o prazo do frete, não é raro que o consumidor leve um balde de água fria!

De acordo com uma pesquisa do site Moosend, 60% dos consumidores que abandonam os carrinhos de compras o fazem por causa do frete. Os altos preços ou prazos demorados costumam desanimar as pessoas, fazendo-as desistir de comprar naquele site.

Além do tempo e do preço, em países com dimensões como as do Brasil e que, infelizmente, nem sempre têm as melhores condições de segurança pública, o roubo de mercadorias também pode ser um problema. Em locais mais afastados dos grandes centros, isso pode acontecer até com certa frequência.

Entretanto, muita calma! Se você já tem um e-commerce ou pensa em vender pela internet não precisa se desesperar. O frete realmente é uma dor para compradores e para lojistas, mas é possível contornar essas dificuldades e ainda se diferenciar da concorrência, oferecendo uma melhor experiência de compra aos seus clientes.

Portanto, quando você cria uma loja virtual, é importante que tenha uma estratégia de frete grátis. Isso significa que você vai tomar decisões muito bem pensadas sobre como fazer para que seus produtos cheguem ao cliente. Se você ainda não sabe muito bem por onde começar, não se preocupe. Estamos aqui para ajudar!

Dicas de frete para seu e-commerce

Abaixo, separamos algumas dicas sobre como planejar o frete da sua loja virtual. Dessa forma, você facilita sua logística e ainda melhora a experiência do cliente!

Além disso, se você oferecer condições de entrega mais acessíveis que as dos seus concorrentes, pode conquistar uma boa parcela dos consumidores. Todavia, essas condições melhores não significam oferecer frete grátis sempre.

Portanto, vamos às dicas? 

Entenda sua operação

Um primeiro passo para poder planejar como será o frete é entender bem sua logística. Por isso, se você está começando seu e-commerce agora, tenha calma nos primeiros meses.

Você pode iniciar suas operações entregando apenas para regiões mais próximas ao seu local de trabalho. Depois, à medida que for pegando jeito e compreendendo como será sua logística, começa a expandir para toda a cidade, estado, para o Brasil e, por que não, para o mundo!

Um risco que você corre ao querer abraçar tudo de uma só vez é o de se enrolar com os prazos. Dessa forma, seu frete será mais demorado e isso cria uma reputação negativa entre os compradores.

Isso não significa que, se você não conseguir entregar as compras extremamente rápido, será considerado um mau vendedor. Você apenas precisará focar em outros diferenciais para se destacar da concorrência, seja com seus preços, atendimento ou qualidade dos produtos.

De qualquer forma, compreender a dinâmica do seu e-commerce certamente vai te ajudar a não dar um passo maior do que a perna e a otimizar sua estratégia de frete!

Trabalhe com mais de um meio de entrega

Para muitos lojistas, enviar os produtos significa contratar o serviço dos Correios. É claro que essa é uma opção bastante popular e que deve ser levada em consideração. Entretanto, ela não deve ser a única.

Existem diversas transportadoras e meios de envio. Cada um deles se adequa a determinado tipo, tamanho e peso de produto, à distância de entrega e a alguns outros fatores. Portanto, é importante cotar mais de um serviço para utilizar aquele que forneça as melhores opções de prazo e de preço.

Muitas plataformas de comércio digital oferecem integrações com meios de envio. Alguns deles fazem a cotação com transportadoras e oferecem as opções com melhores preços e prazos. Essa comparação é feita a partir das dimensões e do peso do produto escolhido pelo cliente.

Como, quando você cadastra o produto na loja virtual e ela já fornece as medidas e peso do artigo, é possível saber quanto vai custar e quanto tempo vai demorar para aquela entrega ser feita em cada transportadora.

Dessa forma, cliente e lojista podem escolher os meios de envio que melhor se adaptem às suas necessidades. Assim, os problemas de prazo e preço do frete podem ser minimizados e a experiência da compra online melhora.

Muito cuidado com o frete grátis

O frete grátis costuma ser um grande chamariz para os consumidores online. Entretanto, não é porque os clientes costumam gostar quando leem o termo “frete grátis” em um e-commerce que você deve oferecê-lo sempre.

De que adianta aumentar o número de vendas e diminuir muito sua margem de lucro ou, até mesmo, sair no prejuízo? É claro que essa é uma estratégia importante, mas ela deve ser muito bem planejada, uma vez que você é quem vai arcar com os custos da entrega do produto ao cliente.

Por isso, faça as contas e pense bem nas ocasiões em que vale a pena oferecer frete grátis! Você pode escolher entre algumas opções para dar o benefício:

  • para compras acima de determinado valor;
  • para alguns clientes específicos, sejam eles os mais fiéis ou os que não compram na sua loja há algum tempo;
  • para os carrinhos abandonados. Você pode enviar um e-mail oferecendo o frete grátis para tentar evitar perder aquele cliente;
  • em datas especiais, como a Black Friday.

Assim, você pode aproveitar os benefícios que oferecer frete grátis costuma atrair para seu e-commerce, porém sem comprometer seu caixa!

Baixar e-book sobre Fidelização de Clientes

Disponibilize pontos de retirada

Outra forma de diminuir a ansiedade dos clientes pela espera e de reduzir os custos é disponibilizar pontos de retirada das compras. Quando você envia todos os produtos para um mesmo local — em que os clientes vão buscá-los —, o preço diminui porque, ao invés de vários trajetos para cada produto, o caminho será um só.

Existem algumas formas às quais você pode aderir para que seus consumidores retirem suas compras. Vamos conhecer um pouco de cada uma delas?

Locker

Os lockers são armários em que o produto é deixado. O cliente pode buscá-lo e abre esses compartimentos com um código fornecido na hora do pagamento.

Esse serviço já é oferecido em algumas capitais brasileiras, como São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba. Os lockers, normalmente, ficam em locais de grande circulação, como postos de combustível ou metrôs.

Pick up store

As pick up stores nada mais são do que lojas físicas de e-commerces. Se você tem um estabelecimento, pode deixar que seus clientes retirem as compras nessas lojas.

Essa é uma forma de começar a transformar sua operação em omnichannel, ou seja, integrada em diversos canais. Entretanto, para dar esse passo, é muito importante gerenciar bem seus estoques para não perder o controle!

Pick up point

Se você não tem uma loja física e faz entregas em uma cidade que ainda não tem o serviço dos lockers, também pode disponibilizar um ponto de retirada das mercadorias. Um pick up point é um ponto de retirada em uma loja parceira.

Você pode negociar com algum lojista em um ponto movimentado para que ele receba seus produtos e deixe que seus clientes os retirem nesse local. Isso é bom para seu e-commerce e também para o dono da loja, que verá o movimento aumentando!

Utilize o frete grátis a seu favor

Ter uma estratégia de frete bem estabelecida é um diferencial. Muitas lojas virtuais ainda têm dificuldades nessa parte da logística e, portanto, pensar bem em como serão suas entregas vai te colocar na frente de boa parte da concorrência.

Não é porque o frete é uma parte mais sensível para compradores e lojistas que ele deve te atrapalhar. Fazendo as escolhas de forma planejada, você pode tirar de letra essa etapa das compras online!

Você não precisa adotar todas as dicas do post de uma vez, mas pode começar a aplicar aquelas que fizerem mais sentido para seu modelo de negócio. Então, está pronto para oferecer as melhores opções de frete para seus clientes? 

Victoria Salemi é a editora responsável pelas parcerias de conteúdo da Nuvemshop, a maior plataforma de e-commerce da América Latina em lojas ativas. Formada em Jornalismo, ama escrever e tornar assuntos complicados acessíveis a todos!

Categoria

E-commerce

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.