Abra sua conta grátis Carregando

E-mail marketing: veja os 5 erros graves que você precisa evitar

Publicado em 12 de fevereiro de 2015 (atualizado em 06 de março de 2019)
erros graves do e-mail marketing

Enviar e-mail marketing é simples, mas muitas marcas e empresas esqueceram de que essa é uma estratégia eficaz de comunicação com o cliente. Por isso, deve ser implementada com a devida moderação e um cuidadoso planejamento. É preciso ser monitorada a todo o instante, visando encantar e fidelizar o público em vez de espantá-lo.

E foi pensando nisso que resolvemos trazer para você 5 erros do e-mail marketing que você precisa evitar. Memorize esses itens, imprima-os, cole-os em um lugar de fácil visualização, crie um mantra para se lembrar. O que importa é que você jamais os cometa novamente.

Opt in: sem autorização, nada feito

Para início de conversa, você não deve enviar e-mail marketing para quem não solicitou sua presença em sua caixa de entrada. Mas por quê? Simples: porque as pessoas são bombardeadas diariamente por uma centena de mensagens sem sentido ou relevância para elas, que não foram solicitadas e estão ali apenas para serem selecionadas e direcionadas diretamente para a lixeira ou sua caixa de spam.

Ser inconveniente e intrusivo desperta um sentimento negativo em relação à sua marca. E isso, mais cedo ou mais tarde, só vai prejudicar sua reputação. Só envie seus e-mails para aquelas pessoas que realmente assinaram sua newsletter ou fizeram qualquer tipo de cadastro para receber suas mensagens. Lembre-se, ainda, que a opção de opt out deve estar em todas as suas mensagens. Afinal, seu lead pode mudar de ideia no meio do caminho. Então é importante que ela tenha sempre a opção de cancelar o cadastro da news.

Comunicação unidirecional: monólogos não, por favor

Outro erro constante em e-mail marketing é a utilização de uma comunicação de via única, por meio da qual você joga para o seu lead tudo o que tem para falar, vira as costas e sai. Estamos em plena era de redes sociais, ou seja, interação é a palavra-chave para que sua empresa tenha mais sucesso.

Ao enviar um e-mail marketing, crie mecanismos para que seus leads interajam, como links de acesso para materiais mais completos no seu site ou formulários para preenchimento, a fim de conquistar alguns dados mais relevantes, calls to action para compartilhar o conteúdo do seu e-mail marketing, botões de compartilhamento em redes sociais, opção de envio de e-mail diretamente para um membro da sua equipe e assim por diante. Lembre-se: mão dupla!

Comunicação de massa: essa era já passou

Deixar de segmentar o seu público e, pior, enviar mensagens massivas, sem nenhum tipo de personalização, pode condenar toda a sua estratégia de marketing à sentença de morte. As pessoas querem se sentir únicas, querem ver suas necessidades mais íntimas sanadas. E, para tanto, é preciso compreendê-las, tornando sua comunicação o mais direcionada possível.
Chame seus leads pelo nome, busque cases de sucesso que estejam próximos a eles. Dê exemplos que estejam dentro do seu dia a dia, encante-os com o que você tem de melhor: conhecimento sobre seu mercado e suas necessidades!

Reprises: se não agrega valor, não agrega clientes

A falta de originalidade no e-mail marketing é responsável por muitos opt outs. Como existe muito conteúdo de extrema qualidade sendo produzido por aí, se você não está à altura dessa nova tendência, melhor contratar uma empresa que possa produzir esse conteúdo relevante por você do que ficar replicando o que já foi dito várias e várias vezes.

Quando um tema se torna repetitivo, a tendência é que o lead se canse e feche logo o seu e-mail marketing, sem sequer ver o que vem a seguir. Definitivamente esse não deve ser seu objetivo, certo? Portanto, vá em busca de conteúdos inéditos e que sejam realmente persuasivos. Dessa forma você leva soluções e faz que seu lead se interesse pelo que você tem a dizer.

O futuro é incerto: sem avaliar resultados, como saber?

Por muito tempo acreditou-se que iniciativas de marketing tinham resultados subjetivos, não podendo ser mensuradas. Mas acontece que, no marketing digital em geral e no e-mail marketing, isso realmente não acontece.

Assim, você só entenderá o seu progresso se medir os resultados e avaliar o que está certo e o que está errado, o que pode ser ajustado e o que deve ser abandonado. É como repensar a vida: quais os erros que o trouxeram até aqui e como seguir adiante sem cometê-los novamente? É fácil? Não, não é. Mas é completamente possível! Neste link, você tem mais informações sobre as formas corretas de medir seu resultados.

Agora comente nas nossas redes sociais  e nos conte se já cometeu algum desses erros! O que fez para corrigir os deslizes? Compartilhe suas experiências conosco e participe da conversa Facebook, Twitter, Instagram e Linkendin

Categoria

E-commerce

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.