Abra sua conta grátis Carregando

4 Dicas para se tornar um dentista de sucesso

Publicado em 20 de maio de 2016 (atualizado em 17 de abril de 2019)
Profissão do mês: dentista

Se você é dentista e está pensando em abrir seu próprio consultório ou quer aumentar a cartela de clientes do seu negócio, algumas dicas podem te ajudar neste momento. Hoje em dia, a concorrência pode ser considerada grande. Mas com um bom serviço sempre é possível se destacar no mercado e ter um estabelecimento lucrativo. Confira, abaixo, as dicas que preparamos para você:

Capacitação Constante

O mercado sempre oferece novas técnicas para desenvolver alguns procedimentos. Essas técnicas podem influenciar no resultado final, no tempo gasto para realizar a ação ou no valor gasto, permitindo que você ofereça um preço final mais atraente para seu cliente. Por isso, é sempre bom estar atento ao mercado, participar de congressos, palestras ou especializações. A internet é uma boa fonte de conteúdos e, muitas vezes, gratuitamente.

Mas se você é recém formado, só essas iniciativas podem não ser suficientes. Por isso, é importante que você dedique um pouco do seu tempo para acompanhar profissionais mais experientes. Isso pode ser feito seja trabalhando meio período em um consultório já consolidado ou acompanhando algum dentista conhecido em procedimentos que você tenha mais dificuldade. O importante é pegar experiência e confiança para fazer o trabalho sozinho.

Conhecer os pontos fortes (e os fracos também!)

Muitos dentistas são famosos porque são especialistas em algum procedimento específico. Depois de algum tempo de trabalho, é possível perceber qual seu ponto forte e trabalhar para desenvolvê-lo e, em seguida, divulgá-lo. Com certeza, será um diferencial para seu consultório no meio da concorrência.

Da mesma forma, você deve estar atento ao seu ponto franco. Ninguém consegue ser bom em tudo que faz, por isso, é natural que você tenha dificuldades em algum procedimento. Como resolver isso? Cerque-se de pessoas que são boas naquilo que você não é. Na hora de contratar um ajudante, certifique-se de que ele pode te ajudar naquilo que você não consegue fazer tão bem. O importante é não fazer um trabalho ruim e correr o risco de ter seu nome mal falado no mercado.

Saber o que acontece no seu consultório

Nem só de procedimentos odontológicos vive um consultório. Você precisa ter conhecimento sobre o que acontece em todo o escritório. Por exemplo, você não quer começar a realizar uma operação e perceber que não tem todo o material necessário disponível, porque não há um controle de estoque eficiente. Ou então começar a perder clientes porque a recepcionista é mau educada ou desorganizada. Mais uma vez, você não precisa ser especialista em tudo, mas precisa ter um conhecimento integrado de todas as áreas necessárias para que seu trabalho e o serviço prestado ao cliente seja satisfatório. Algumas coisas que você pode considerar apenas um detalhe, são fundamentais para o bom funcionamento do seu consultório.

Gestão Financeira

Este é um ponto fundamental e que geralmente causa dor de cabeça a muitos empreendedores. Você pode estar ganhando rios de dinheiro, mas se você não faz um boa administração, o resultado pode não aparecer. Especialmente no início, é muito importante ter paciência e disciplina para não arrumar um problema financeiro. É preciso lembrar que nem todo o dinheiro que você recebe é seu: você precisa pagar fornecedores, funcionários, contas como água e luz, entre diversos outros gastos.

Por isso, você precisa definir seu salário e colocar como uma despesa do consultório. Assim, você guarda toda o dinheiro recebido durante o mês e faz o pagamento das contas. O que sobrar pode ser guardado para futuros investimentos ou até mesmo como uma garantia para o mês que você tiver uma renda menor. Afinal, o movimento nem sempre é o mesmo.  

A organização é essencial nesse passo. O ideal é que você conte com a ajuda de uma ferramenta de cobranças e gestão de clientes para acompanhar todos os pacientes que estão com pagamento em dia e cobrar aqueles que não estão. A Gerencianet pode ajudar você nesse quesito. Utilizando a ferramenta, você pode enviar cobranças por boletos, carnês ou cartão de crédito e ter um procedimento formalizado, sem precisar fazer a cobrança pessoalmente.  Além disso, o sistema possui ferramentas de cobranças recorrentes para o caso de pacientes fixos ou que precisarem parcelar o pagamento. Isso tudo sem pagar mensalidades. Acesse o site e conheça mais!

E, você, tem mais alguma dica? Compartilhe nas nossas redes sociais as dicas que você já colocou em pratica e quem deram certo. Siga no Facebook, Twitter, Instagram e Linkendin!

Categoria

Profissões do Mês

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.