Abra sua conta grátis Carregando

Aprenda a definir as métricas financeiras da sua escola

Publicado em 29 de maio de 2018 (atualizado em 17 de junho de 2019)
Métricas Financeiras

Assim como em qualquer outro tipo de negócio, uma escola precisa ser administrada com foco em metas e resultados. Para isso, a criação de métricas financeiras deve fazer parte do planejamento, já que elas funcionam como indicadores de desempenho da instituição.

A partir da avaliação desses números, é possível ajustar estratégias que não estejam dando certo. E, também, dar continuidade às ações que geram bons resultados. Para conseguir eficiência na gestão, é preciso escolher as ferramentas certas e manter uma análise constante da situação da escola.

Neste post, listamos as principais métricas financeiras que você pode usar para acompanhar os resultados da instituição e geri-la adequadamente. Acompanhe o texto.

eBook grat

Custo de Aquisição por Cliente (CAC)

Para a manutenção de um negócio, é essencial que ele tenha a capacidade de atrair clientes. Para tanto, são usados recursos de marketing e comunicação, com estratégias que variam de acordo com o público-alvo. No entanto, é preciso saber exatamente quanto se gasta para conquistar um novo cliente e concluir a venda.

Para se fazer o cálculo, divida os valores dos investimentos feitos para gerar atração pela quantidade de clientes conquistados em determinado período. Se o resultado for alto, certamente a porcentagem de lucro precisa ser melhorada (e as estratégias, mudadas).

De forma geral, além de analisar tal métrica, é importante verificar o ticket médio do consumidor. Se o que ele estiver gastando com a marca for maior do que o resultado do cálculo, o valor pode ser considerado positivo. Apesar de simples, essa avaliação é fundamental para as tomadas de decisões.

Crescimento real da receita

O crescimento real da receita pode ser considerado um pouco mais complexo do que a métrica anterior, já que é preciso analisar alguns fatores que nem sempre são estáveis — como a margem de lucro. Tal indicador é avaliado anualmente, mas, se for necessário, diferentes períodos podem ser mensurados.

Como o próprio nome diz, a partir da receita, é possível entender qual foi o real crescimento da escola. Além disso, você pode avaliar se ela está se desenvolvendo de acordo com o estipulado. E, até mesmo, fazer estimativas mais seguras para os próximos períodos.

Só tome cuidado para não confundir receita com lucro. Assim, o primeiro termo diz respeito a tudo o que é proveniente das vendas (ou da prestação de serviços).

Com base na receita, o gestor saberá se é o momento de investir, diminuir as despesas ou aplicar recursos no planejamento. Ela também serve como indicativo para a criação de reservas.

Guia da Gestão Escolar Eficiente: O Que Você Precisa Saber

Rentabilidade

O conceito de rentabilidade está relacionado aos investimentos que o empresário ou grupo de sócios fez para que o negócio pudesse ser aberto. Com base nisso, será possível compreender o potencial da escola.

Para se chegar ao resultado, é preciso dividir o valor de todo o investimento inicial pelo resultado do fluxo de caixa anual. Considerar a taxa de retorno do investimento anual (rentabilidade) é tão importante quanto analisar o lucro da instituição.

Assim, o negócio que demora a cobrir o dinheiro que foi investido não é considerado uma boa opção pelo investidor. Por outro lado, não existe um percentual específico que determina ou não se a empresa é rentável. O proporção varia de acordo com o tipo e o tamanho da organização.

Determinado projeto pode exigir rentabilidade de 100%, enquanto outro já considera 20% um sucesso. Isso significa que cabe ao gestor definir as estratégias e os níveis de indicadores que devem ser atingidos.

Controle de cobranças

Infelizmente, a inadimplência escolar é um problema responsável por acabar com muitos negócios. Assim, um controle para evitar esse tipo de situação começa com a disponibilidade de variadas formas de pagamento. A aceitação de cartões de crédito ou mesmo boletos é um bom exemplo do que pode ser feito.

No dia a dia, para identificar e mensurar as vendas que ainda não resultaram em receitas, é importante ter o suporte de um software de gestão. Com uma solução tecnológica, ficará muito mais fácil acompanhar vendas a prazo. Elas podem ser realizadas com cartões de crédito, e ainda recebidas por meio de boletos, por exemplo.

A métrica de controle de cobrança é uma das mais importantes para as escolas. Mensalmente, os pais e responsáveis pelos alunos devem realizar o pagamento dos serviços prestados.

Nova call to action

Controle de despesas

Os recursos da instituição de ensino devem ser destinados a investimentos bem definidos, como melhorias do espaço físico, adaptações na infraestrutura e aquisição de novas tecnologias. Com o controle das despesas, o administrador identificará se o dinheiro está sendo bem empregado ou não.

Gastos desnecessários podem ser revistos e cortados com a aplicação dessa métrica. Portanto, entre muitos benefícios, ela é capaz de garantir que o gestor saiba para quais ações e setores o dinheiro disponível está sendo destinado.

As despesas precisam ser bem controladas, pois envolvem uma série de variáveis e situações que ocorrem de vez em quando ou de forma fixa. Gastos com publicidade ou mesmo o café que é servido no escritório são exemplos do que é preciso entrar nessa conta.

Indicador de lucro

Métricas Financeiras: Indicador de LucroComo você já pôde notar, há diversas análises que precisam ser feitas para medir o sucesso da escola. E é claro que, entre elas, o lucro não poderia ficar de fora. Esse indicador é calculado a partir do percentual obtido no faturamento (isso deve ser feito todos os meses).

O principal objetivo de qualquer empresa é o lucro, que é considerado um dos principais indicativos da situação financeira do negócio. No entanto, é comum que gestores inexperientes estabeleçam margens que não sejam compatíveis com o tamanho e a estrutura da organização.

Caso a margem de lucro realmente esteja baixa ou o gestor enxergue alternativas para melhorá-la, mudanças como o aumento dos preços praticados, entre outras, devem ser implantadas. É interessante estar sempre atento às variações mensais, para identificar o que pode ou não ser otimizado.

Gostou de entender um pouco mais sobre as métricas financeiras que devem ser analisadas em uma escola? Então não se esqueça de deixar suas dúvidas e sugestões nas nossas redes sociais: Facebook, Twitter, Instagram e Linkendin!
Guia de Parcerias Entre Escola e Empresas

Categoria

Gestão Financeira

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.