Abrir conta digital grátis Carregando

Conta de pagamento, conta digital e conta corrente: descubra a diferença entre elas

Publicado em 02 de julho de 2020 (atualizado em 03 de julho de 2020)
Na imagem: uma mulher segurando um celular, que mostra o logotipo da Gerencianet sobre um fundo laranja. Ao fundo, um notebook desfocado numa mesa de estabelecimento comercial.

Cada vez mais os brasileiros têm interesse e acesso a novos produtos financeiros do mercado. A Caixa Econômica Federal, responsável pelo pagamento do auxílio emergencial em função da crise provocada pelo coronavírus, revelou que 40% do público-alvo do benefício não tinha conta em banco antes da pandemia. A solução, então, foi abrir mais de 40 milhões de contas digitais. Além da conta digital, existem outras opções no mercado, como a conta corrente e a conta de pagamento.

Na hora de contar com um serviço financeiro para alocar seu dinheiro, independentemente do contexto, é preciso pensar em todas as possibilidades. Afinal, se por um lado parece que existem benefícios em um produto, algum outro pode oferecer uma solução mais completa para a nossa realidade. Além disso, as vantagens e desvantagens dos produtos financeiros mudam de acordo com o perfil de quem movimenta essas contas.

Por isso, nesse artigo, você vai entender a diferença entre esses três produtos financeiros, suas finalidades, públicos e benefícios. Vai entender, ainda, como esse tipo de solução pode ser ideal não só para pessoas físicas, mas também para negócios de diferentes naturezas. Continue a leitura!

Quais os principais tipos de contas e quais as diferenças entre elas?

Imagem de um celular sobre a mesa, mostrando, numa tela laranja, três ícones que representam conta corrente, conta de pagamento e conta digital.

Nos últimos anos, com o surgimento e popularização das fintechs – empresas de tecnologia com perfil inovador voltadas para o ramo financeiro – novos tipos de contas financeiras surgiram. Nesse contexto, é importante esclarecer o que cada uma delas oferece, bem como apontar riscos e benefícios para o consumidor final.

Conta corrente

Primeiramente, vamos falar desse tipo de conta que é mais conhecida entre os brasileiros, por estar presente nos pacotes básicos dos bancos. Em geral, a conta corrente é uma opção aberta em bancos comerciais e que pode ser gratuita ou possuir tarifas pelos serviços oferecidos.

A maioria dessas contas permite que o usuário movimente dinheiro do dia-a-dia, como o recebimento de salários e transferência de valores.

Uma curiosidade sobre a conta corrente, que muita gente não sabe, é que o banco pode, dentro dos limites impostos pela legislação, utilizar o saldo do cliente para emprestá-lo para terceiros. Tudo isso sem necessariamente dividir o lucro com ele. 

Dessa forma, os bancos não têm o dinheiro de todos os correntistas disponíveis simultaneamente, uma vez que parte desse dinheiro pode estar servindo de empréstimos, por exemplo. Porém, o Banco Central (BC) é o órgão responsável por garantir que a instituição bancária tenha dinheiro disponível para honrar os pedidos de resgate do dinheiro (ou seja, eventuais pedidos de saque).

Ao abrir uma conta-corrente, o cliente poderá usufruir de serviços como:

  • utilização de cheques;
  • transferência de dinheiro;
  • pagamento de boletos;
  • saques e depósitos em caixas eletrônicos, entre outros.

Para abrir este tipo de conta, é necessário ir pessoalmente a uma instituição bancária. 

Conta de pagamento

Uma conta de pagamento permite que o cliente realize operações como o pagamento de contas e transações realizadas por cartão (crédito ou débito). Além de realizar transferências entre contas da mesma instituição e entre outras instituições bancárias e de pagamento. 

É uma forma mais democrática que aumenta a competitividade entre os bancos. Ela também amplia a inclusão bancária da população, permitindo que outras empresas, além de bancos, prestem esse tipo de serviço.

Na prática, a grande diferença é que as contas de pagamento não podem realizar operações de crédito, como empréstimos ou financiamentos. 

Ao contrário de uma conta corrente convencional, a instituição de pagamento que custodia a conta de pagamento não pode aplicar livremente o saldo dos clientes. Nesse sentido, a única permissão é a aplicação do dinheiro em títulos públicos (como o Tesouro Direto) ou depósito do saldo diretamente no Banco Central. Por isso, mesmo não sendo segurada pelo Fundo Garantidor de Crédito (FGC), os riscos são muito baixos. 

As contas de pagamento podem ser classificadas como contas:

  • pré-pagas – destinadas à realização de pagamentos utilizando um valor aportado previamente pelo cliente;
  • pós-pagas – que não dependem de aporte prévio de recursos, como ocorre com os cartões de crédito.

Entre os benefícios de abrir uma conta de pagamento, podemos destacar que:

  • é possível realizar todos os processos via internet;
  • não é preciso pagar pela manutenção;
  • bancos 24h são autorizados a disponibilizar a função saque, entre outras vantagens.

É importante ressaltar que o cliente tem livre arbítrio para, em qualquer situação ou momento, decidir sobre a manutenção, o encerramento ou a transferência de qualquer conta da qual seja titular. Essa é uma garantia oferecida pelo BC.

Conta digital

Por fim, a conta digital é uma conta financeira que, além de ser controlada de forma online, também pode ser aberta e fechada sem que o cliente precise estar presencialmente em uma agência. Ou seja, tudo pode ser feito pela internet, de maneira prática e, em geral, rápida. Por isso, uma conta corrente e uma conta de pagamento também podem ser contas digitais.

Além de facilitar o acesso do grande público a serviços financeiros, essas contas costumam ser gratuitas. Isso porque elas atendem a uma resolução do BC que obriga as instituições a oferecerem pacotes com isenção de taxas. Em contrapartida, o usuário só pode utilizar esta conta por meios eletrônicos. 

Na prática, a conta digital possui características semelhantes a uma conta corrente. A única distinção é um pacote específico de serviços.

O processo para abrir uma conta digital varia de acordo com a instituição. Entretanto, em geral, ele envolve algumas etapas como:

  • ter um smartphone e fazer download de um aplicativo;
  • enviar uma cópia digital dos documentos solicitados;
  • enviar uma foto no estilo selfie com a documentação aparente;
  • criar uma assinatura digital, entre outras.

Conta digital com foco em negócios

Apesar da popularização das contas digitais entre pessoas físicas – quase 20% da população já possuiexistem contas digitais com foco em negócios. Ou seja, contas que, além dos benefícios tradicionais, permitem ações específicas para empreendedores, como a geração de cobranças. 

A Gerencianet, por exemplo, é uma conta de pagamento que opera totalmente online. Logo também é uma conta digital para empreendedores que querem profissionalizar a gestão do seu negócio. Tudo isso sem a típica burocracia dos bancos tradicionais. Com a conta digital da Gerencianet, é possível realizar: 

  • emissão de boletos, carnês e links de pagamento para clientes e parceiros;
  • envio de lembrete de cobrança para controlar a inadimplência dos clientes;
  • pagamento de contas administrativas;
  • transferências rápidas entre contas Gerencianet e de/para outros bancos;
  • depósitos via boletos de depósito;
  • pagamento instantâneo;
  • recarga de celular, entre outros serviços. 

Além disso, a conta digital da Gerencianet vem acompanhada de um cartão pré-pago sem anuidade. Assim, o empreendedor pode movimentar o saldo financeiro com facilidade.

Seu caminho para empreender pode ser mais tranquilo com a gente, com uma conta gratuita, 100% virtual e sem taxa de manutenção. Abra sua conta e conheça as soluções que a Gerencianet tem para o seu negócio!

Categoria

Gerencianet

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.