Abrir conta digital grátis Carregando

8 dicas de como usar conteúdos interativos para e-commerce

Publicado em 28 de outubro de 2020 (atualizado em 28 de outubro de 2020)
Dicas de como usar conteúdos interativos para e-commerce

Os conteúdos interativos para e-commerce já ganham a internet pelo mundo e, certamente, o Brasil não ficará de fora dessa nova tendência do Marketing Digital. Grandes marcas, como Nike, Ikea e Marshalls, têm chamado a atenção de revistas e blogs internacionais por adotar recursos interativos em suas lojas virtuais.

Esses materiais agregam novas experiências a peças já consolidadas, como artigos, ebooks, imagens, infográficos e vídeos. Também popularizam formatos menos convencionais, como quizzes, calculadoras e bibliotecas.

A maior vantagem da interatividade é que ela torna o usuário um participante ativo da experiência de conteúdo, o que é extremamente relevante, tendo em vista que prender a atenção das pessoas é cada vez mais difícil. 

Com esse atributo, além de alcançar e engajar mais pessoas, novos pontos de interação podem contribuir com dados de mercado e com a otimização das taxas de conversão.

Neste artigo, reunimos 7 dicas para você usar conteúdos interativos para e-commerce em sua estratégia de Marketing e potencializar os seus resultados! Confira o material que preparamos!

1. Liberte as suas imagens

As imagens são peças essenciais de um e-commerce. São o primeiro elemento visualizado pelos usuários e também o que mais prende a sua atenção. No entanto, ainda que o vendedor utilize fotografias ou ilustrações de qualidade e apresente o produto em diversos ângulos diferentes, a experiência continua sendo bastante limitada.

A internet ainda não é capaz de levar outros tipos de percepção para a tela do usuário, como odores e texturas. Mas recursos de interatividade podem ajudar os lojistas a tirar o máximo proveito dos conteúdos visuais.

Imagens dinâmicas — que permitem o usuário tocar, arrastar ou modificar — agregam realismo à experiência. Elas oferecem liberdade ao consumidor para explorar o produto sob o ângulo ou ponto de destaque que achar mais conveniente.

2. Crie cenários virtuais

Lojas de móveis e de itens de decoração são conhecidas por recriar espaços decorativos para que seus clientes não apenas visualizem os produtos nos locais em que eles são posicionados, mas vivenciem a experiência de morar em um ambiente como aquele. 

O consumidor sente como se estivesse visitando um local diferente e deseja reproduzir essa sensação em sua própria casa.

Em lojas virtuais, uma exibição como essa também pode ser disponibilizada, ainda que apenas visualmente. Em vez de apenas exibir móveis avulsos em suas páginas de venda, as lojas podem apresentar um cenário completo de um cômodo, com áreas clicáveis para que os usuários confiram os detalhes e os preços dos produtos que compõem o espaço.

Com alguns recursos adicionais, você pode até dar ao cliente a liberdade de montar um cômodo inteirinho com os móveis e os itens de decoração de sua preferência. Essa possibilidade, inclusive, vai além do que um mostruário físico pode oferecer.

3. Dê vida aos seus produtos

Muitos equipamentos, ferramentas, utensílios domésticos e até brinquedos só chamam a atenção do consumidor por meio de demonstrações. Isso ocorre, sobretudo, quando o funcionamento é justamente aquilo que mais agrega valor ao produto.

Nesses casos, as imagens estáticas realmente deixam a desejar, pois não são suficientes para esclarecer as finalidades ou os diferenciais do item. Sendo assim, os usuários tendem a abandonar o seu site para obter essa informação em outros locais, como fotografias ou vídeos de consumidores postados em mídias sociais.

No entanto, utilizando imagens animadas, você pode oferecer demonstrações dentro das suas páginas de venda e ainda incluir funcionalidades interativas para que o próprio usuário “teste” o produto virtualmente. 

Isso tornará a sua loja muito mais rica e atrativa para os consumidores, que não apenas se surpreenderão, como enxergarão suas ofertas com muito mais confiança.

4. Crie experiências imersivas

Fabricantes de automóveis, hotéis e empresas do setor imobiliário já desfrutam há muitos anos das imagens em 360º. Esse recurso ganhou ainda mais destaque recentemente, com as medidas de distanciamento social decorrentes da pandemia do novo Coronavírus.

A ideia é recriar virtualmente uma visita a uma concessionária, hotel ou imóvel, por exemplo, permitindo que o consumidor explore o veículo ou o ambiente como se estivesse, de fato, vivendo essa experiência pessoalmente.

Lojas de setores variados já estão disponibilizando visitas virtuais em suas unidades físicas, o que é uma solução extremamente elegante, diante de eventuais restrições que podem estar sendo aplicadas pelo município. Além disso, essa não deixa de ser uma opção muito conveniente para vários consumidores que preferem “espiar” o estabelecimento ou o produto antes de se apresentar.

A boa notícia é que a implementação desse recurso já pode ser feita por meio de ferramentas populares, como o Google Maps. Dessa forma, além de situar a sua empresa na maior plataforma de geolocalização do mundo, você enriquece a navegação nas páginas do seu site.

5. Ofereça opções personalizáveis

Os produtos customizáveis fazem sucesso há décadas, mas atualmente, essa possibilidade tem enchido ainda mais os olhos do consumidor, que faz questão de ter um item que é a sua cara. Roupas, acessórios, eletrônicos, eletrodomésticos, veículos e até lanches e refeições delivery estão entre os que mais oferecem tal possibilidade no comércio virtual.

Naturalmente, a oferta de produtos personalizáveis vai muito além da utilização de conteúdos interativos para e-commerce. A sua empresa precisa estar preparada operacionalmente para lidar com esse tipo de demanda, antes de embutir essas funcionalidades em suas páginas de venda.

Os benefícios, porém, são enormes, uma vez que os consumidores modernos (representantes das novas gerações) gostam de se sentir no controle da situação, além de serem apegados a diferentes definições de gosto e estilo.

6. Crie descrições atraentes e cativantes

As descrições de produto nas lojas virtuais têm um papel muito importante nos seus resultados em SEO. Entretanto, elas quase sempre apresentam baixo desempenho, no que diz respeito à experiência do usuário.

Textos densos, de difícil leitura, e exibidos em letras miúdas, dificilmente, prendem a atenção do consumidor. Em muitos casos, pode até contribuir para queixas e devoluções de produtos, cujas especificações não foram checadas pelo comprador, por exemplo.

Uma das melhores formas de tornar as suas descrições atraentes e cativantes é utilizar infográficos interativos. Esses tipos de materiais não dispensam um bom trabalho de copywriting e SEO on page, que também são fundamentais, mas ajudam a chamar a atenção do usuário e tornar a leitura de informações importantes mais leve, lúdica e persuasiva.

7. Ajude o seu cliente a encontrar o produto perfeito

Muitas vezes, o consumidor pode ter dificuldades em escolher um produto ideal, seja pela carência ou excesso de informações, seja por insegurança. Em um estabelecimento físico, é papel do vendedor atender ao cliente, conhecer as suas necessidades e indicar as melhores opções disponíveis. Mas como fazer isso em uma loja virtual?

A resposta também está nos conteúdos interativos para e-commerce! Com a ajuda de quizzes, você pode utilizar perguntas e respostas estratégicas para direcionar os seus usuários aos produtos ou categorias que mais se alinham aos seus objetivos.

O objetivo é ajudar o seu público a tomar decisões e encontrar tudo o que ele precisa dentro do seu e-commerce, sem precisar pesquisar informações adicionais em outros sites que podem distraí-lo ou ”fisgá-lo”.

8. Engaje sua audiência para obter mais leads

Se você está na internet, certamente, sabe a importância de ter uma boa lista de contatos que podem ser transformados em oportunidades de venda.

Nas lojas virtuais, porém, a maior parte dos cadastros são feitos durante a finalização das compras, o que contribui para a fidelização, mas não ajuda a alcançar novos clientes.

Por meio de promoções, redes sociais, blogs e landing pages você pode iniciar o relacionamento com seus futuros compradores antes de realizar qualquer venda. Assim, aumenta significativamente as taxas de conversão em suas páginas de produto.

Nesse sentido, imagens, vídeos, calculadoras e jogos interativos podem ajudar a aumentar o envolvimento do seu público em suas campanhas, contribuindo para o engajamento e, consequentemente, para a geração de leads.

Como você vê, a interatividade está trazendo novas formas de navegar, pesquisar e fazer compras na internet, sendo essa uma das mais fortes tendências do mercado atual. 

O melhor de tudo é que, se no passado, tais recursos dependiam de grandes investimentos em tecnologia e programação, hoje, contamos com ferramentas intuitivas, que nos ajudam a criar peças de forma simples e escalável.

Gostou das nossas dicas de conteúdos interativos para e-commerce? Então, continue aprendendo e confira 12 ferramentas para criar e inserir esses materiais nas suas páginas!

Esse artigo foi escrito em parceria com a Rock Content.

Categoria

E-commerce

Ver todos os posts desta categoria

Gostou do que viu por aqui?

Cadastre-se para receber os melhores conteúdos exclusivos sobre tecnologia de pagamentos e gestão, para alavancar de vez os seus negócios.

Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes, de acordo com a nossa Política de Privacidade. Ao continuar navegando, você concorda com essas condições. OK