Como calcular a inflação e como ela interfere no preço da sua mensalidade | Gerencianet

Blog da Gerencianet

Pagamentos on-line, empreendedorismo e e-commerce

Como calcular a inflação e como ela interfere no preço da sua mensalidade

Editor Gerencianet

10/12/2018

como-calcular-inflação-em-escolas

Calcular a inflação é fundamental para fazer ajustes de produtos e serviços para que eles sejam cobrados de forma atualizada. Na área da educação, isso não é diferente. Nesse cenário, avaliar o impacto da inflação na mensalidade escolar é essencial.

Neste post, você vai saber mais sobre a inflação e sua influência nos custos com a escola. Além disso, também vai conferir os principais indicadores utilizados, como eles devem ser analisados e como calcular a inflação. Continue a leitura e esclareça suas dúvidas!

O impacto da inflação nos custos com a escola

Muitas pessoas têm a ideia de que a inflação é o simples aumento de preços, mas essa é apenas uma consequência da inflação. Na verdade, ela é a expansão da oferta monetária por meio de crédito, que desvaloriza a moeda. Os preços tendem a aumentar com esse fenômeno e, por esse motivo, sofrem reajustes frequentes no mercado para cobrir os custos adicionais causados pela inflação.

Assim, os efeitos da lei de oferta e demanda na economia são alguns dos fatores que regem a inflação. Por isso, geralmente os preços tendem a aumentar quando os consumidores estão mais dispostos a comprar.

Dessa forma, uma das áreas que sofre reajuste anual é a mensalidade nas escolas. Ainda assim, esse aumento é regulado e não pode ser abusivo, ou seja, não pode ultrapassar os limites do reajuste da inflação. Caso isso ocorra, a instituição pode sofrer ações judiciais e ter sua imagem prejudicada.

Os indicadores da inflação e como analisá-los

Há dois principais órgãos para medir a inflação geral. Um é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE). Esse índice é considerado o oficial de inflação do país. Ele analisa os preços dos produtos e serviços oferecidos nas maiores regiões metropolitanas do Brasil.

O segundo é o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Esse cálculo baseia-se na análise dos preços do atacado e varejo para o produtor, consumidor e construção civil.

Além desses dois principais, outro índice que merece destaque é o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).  Por sua vez, ele é calculado pelo IBGE para avaliar o impacto da inflação nas camadas de baixa renda.

O cálculo para avaliar a inflação

Para calcular a inflação, basta que você aplique o valor da inflação dos índices ao valor da mensalidade. Por exemplo, se a inflação acumulada estiver em 10% e a mensalidade da escola for R$ 500, o reajuste seguindo a inflação deve ser de 50 reais, o que dá um valor final de R$ 550.

Para fazer o cálculo usando o exemplo acima, basta aplicar a regra de 3. Confira na facilitação gráfica a seguir!

Como você viu, calcular a inflação não é difícil. Basta pesquisar os valores oficiais dos índices do ano e, após isso, calcular a inflação na mensalidade escolar e verificar se o ajuste foi justo. Quando a atualização é feita corretamente, o orçamento pode ser realizado de forma mais justa e racional.

Agora que você já sabe como calcular a inflação e como ela interfere no custo da mensalidade escolar, assine a nossa newsletter e receba mais conteúdo diretamente na sua caixa de entrada!

Categoria

Gestão Financeira

Ver todos os posts desta categoria

Os melhores conteúdos sobre tecnologia de pagamentos e gestão na sua caixa de entrada.

Deixe seu e-mail e receba gratuitamente:

Carregando...